quarta-feira, 11 de maio de 2011

"Seu Lunga" - Cordelista não poderá mais usar expressão

O cordelista Abraão Bezerra Batista não poderá mais utilizar a expressão "Seu Lunga" em publicações ou qualquer outra forma de divulgação. Foi o que determinou, ontem, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Conforme os autos, Abraão Bezerra Batista publicou, sem a devida autorização de Joaquim Santos Rodrigues, popularmente conhecido como "Seu Lunga", um cordel que feriu a sua dignidade.  (DIÁRIO DO NORDESTE, 11.05.2011)
Segundo levantamento de Renato Casimiro, Abraão Batista escreveu os títulos:
Abraão Batista - As histórias de Seu Lunga – o homem mais zangado do mundo, 1º vol, 32p, 1987;
Abraão Batista - As histórias de Seu Lunga – o homem mais zangado do mundo, 2º vol, 32p, 1998;
Em todo o Brasil, já foram publicados outros 75 títulos, de 39 autores. A título de conhecimento, são os seguintes, os títulos encontráveis à venda em todo o país: 
Anchieta Dantas - Seu Lunga, o campeão do mau-humor, vol 1, 17p, 2005;
Anchieta Dantas - Seu Lunga, o campeão do mau-humor, vol 2, 16p, 2005;
Anchieta Dantas - Seu Lunga, o campeão do mau-humor, vol 3, 17p, 2005;
Anchieta Dantas - Seu Lunga, o campeão do mau-humor, vol 4, 16p, 2006;
Anchieta Dantas - Seu Lunga, o campeão do mau-humor, vol 5, 18p, 2007;
Antonio Alves da Silva – As proezas de Seu Lunga, 16p, 2006;
Arievaldo Viana - Discussão de Seu Lunga com um corno, 8p, Fortaleza: 2009;
Botelho Pinto - “Seu Lunga”, o homem mais zangado do mundo – Causos e anedotas, volume 1, 24p, 2005;
Botelho Pinto - “Seu Lunga” O homem mais zangado do mundo – Causos e anedotas, volume 2, 24p, 2005;
Botelho Pinto - “Seu Lunga” O homem mais zangado do mundo – Causos e anedotas, volume 3, 24p, 2005;
Chico Salvino - “Seu Lunga” assistindo novela, 8p, 2004;
Edivaldo de Lima – As novas de seu Lunga, vol I, 8p, sd;
Edivaldo de Lima – As novas de seu Lunga, vol II, 8p, sd;
Edivaldo de Lima – Seu lunga o campeão do mau humor, 8p, sd;
Edivaldo de Lima – Seu Lunga é ser diferente, 8p, sd;
Edson Neto - O sobrinho de “Seu Lunga”, 12p, 2003;
Edson Neto - Seu Lunga, a tolerância zero, 8p, 2007;
Elinaldo Gomes de Medeiros – Seu Lunga na Bienal, 8p, 2007;
Francisco Cordeiro – Seu Lunga, Estórias contadas pelo povo, ?p, 2011;
Francisco Melchiades Araújo - As respostas de Seu Lunga, 8p, 2002;
Francisco Melchiades Araújo - As mais novas do “Seu Lunga”, 16p, 2004;
Francisco Rodrigues Cordeiro - Seu Lunga e Zé Limeira, 8p, 2006;
Francisco Rodrigues Cordeiro - Seu Lunga é outra história, 8p, 2007;
Francisco Rodrigues Cordeiro - Seu Lunga de cabo a rabo, 8p, 2010;
Francisco Zênio – Seu Lunga – um caipira na ONU, 8p, 2003;
Guaipuan Vieira - A Carta de Seu Lunga a FHC sobre o Apagão, 8p, 2001;
Guaipuan Vieira e Elizeu Paulino - As proezas de “Seu Lunga”, 8p, 2000;
Isabel Maia – Seu Lunga adolescente, 8p, sd;
Ismael Gaião da Costa – Seu Lunga, Tolerância zero, 8p, 2009;
Izaias Gomes de Assis – As ignorâncias de Seu Lunga, 8p, 2007;
Izaias Gomes de Assis – As novas ignorâncias de Seu Lunga, 8p, 2007;
Izaias Gomes de Assis – As + novas ignorâncias de Seu Lunga, 8p, 2010;
Izaias Gomes de Assis – As velhas ignorâncias de Seu Lunga, 8p, 2007;
Izaias Gomes de Assis – As + velhas ignorâncias de Seu Lunga, 8p, 2010;
Jair Morais - Seu Lunga na escola, 8p, 2005;
José Furtado - Arte e folclore de “Seu Lunga”, 8p, 2005;
José Augusto – Seu Lunga em Mossoró, 8p, 2008;
José Augusto – A peleja de Seu Lunga pra não ser ignorante, 8p, 2009;
José Augusto – A resposta de seu Lunga, 8p, 2009;
João Perón – As ignorâncias de Seu Lunga, volume 1, 8p, 2005;
João Perón – As ignorâncias de Seu Lunga, volume 2, 8p, 2005;
João Perón – As ignorâncias de Seu Lunga, volume 3, 8p, 2005;
João Perón – As perguntas do Pastor e as respostas do Seu Lunga, 7p, s/d;
Jotabê - As mais novas do “Seu Lunga”, 8p, Fortaleza: 2001;
Jotabê - O mau humor do “Seu Lunga” no tempo que foi bicheiro, 8p, Fortaleza: 2001;
Jotabê - O mau humor do “Seu Lunga” na fila do INSS, 8p, Fortaleza: 2001;
Jotabê - O debate do “Seu Lunga” com um guarda da SUCAM, 8p, Fortaleza: 2002;
Jotabê - O encontro do Coxinha com o “Seu Lunga”, 8p, Fortaleza: 2005;
Jotabê - Os projetos do seu Lunga para quando for prefeito, 8p, Fortaleza: 2005;
Jotabê - O encontro de Jotabê com o Seu Lunga, 8p, Fortaleza: 2006;
Jotabê - As melhores do Seu Lunga, 8p, Fortaleza: 2006;
Jotabê - As últimas do Seu Lunga, 8p, Fortaleza: 2008;
Jotabê – Pra cada pergunta besta, seu Lunga tem a resposta, 8p, 2010;
Klévisson Viana e Arievaldo Lima - O mau-humor de Seu Lunga com um casal de caboré, 16p, Fortaleza: 2003;
Lucas Evangelista – A primeira e verdadeira história de Seu Lunga, 24p, 2008;
Luiz Alves da Silva – As proezas de Seu Lunga – O Rei da Ignorância, 16p, 2008;
Marcelo Soares - A intriga de Seu Lunga com a perna cabeluda, 8p, 2002;
Maria Luciene - As respostas de Seu Lunga pra perguntas idiotas, 8p, Fortaleza: 2003;
Maria Luciene – ABC do Seu Lunga, 8p, Fortaleza: 2007;
Medeiros da Cruz - Seu Lunga (e as histórias engraçadas), 8p, 2005;
Medeiros do Exu - Seu Lunga – piadas e uma entrevista absurda, 8p, 2004;
Monarci Sátiro de Souza Filho – Seu Lunga no mercado, 4p, s/d;
Monarci Sátiro de Souza Filho – O encontro do Seu Lunga e o coxinha, 8p, s/d;
Neuza Romão – Seu Lunga na vadiagem, 8p, s/d;
Neuza Romão – As mais novas ignorâncias de Seu Lunga, 8p, s/d;
Neuza Romão – O mau humor de Seu Lunga na Tv Record, 8p, s/d;
Otávio Menezes - As queixas de “Seu Lunga”, 8p, Fortaleza: 2005;
Paulo de Tarso - As melhores de “Seu Lunga”, 8p, 2003;
Pedro Queiroz - Perguntas idiotas e as respostas de Seu Lunga (o rei da intolerância), 8p, Recife: 2005
Rouxinol do Rinaré - “Seu Lunga”, o rei do mau humor, 16p, Fortaleza: 2001;
Rouxinol do Rinaré - “Seu Lunga”, o homem mais zangado do mundo, 16p, Fortaleza: 2004;
Rouxinol do Rinaré - O esperado encontro de Coxinha com “Seu Lunga”, 12p, Fortaleza: 2005;
Serra Azul – Seu André, o professor de Seu Lunga, 16p, 2008;
Varneci Nascimento – Pergunta idiota, tolerância zero, 16p, sd;
Vicente Campos Filho – Seu Lunga no Rio de Janeiro, 8p, sd.;
Vicente Campos Filho – Seu Lunga o mau humor em pessoa, 8p, sd.;
Zé Velame - Seu Lunga e uma paixão do passado, 8p, 2005;

Um comentário:

IDERVAL TENÓRIO/DRA VIRGINIA TENORIO disse...

Amigos,acho que LUNGA já é patrimonio nacional e deveeria sim ser divulgado em todas as maneiras de mídia, com esta atitude perde Juazeiro, o folclore e o próprio Lunga. Lunga virou um mito e como todo mito é de dominio Universal. Veja o exemplo maior ,o grande Che,difundido no mundo todo como simbolo da resistencia e somente nos ultimos anos foi que a sua imagem passosu ser mais controlada e cobrado para a sua utilização. Lunga tem que ser eterno, com esta conduta o mito sucumbirá e sai perdendo a cultura brsi8leira e a grande Juazeiro edo Norte. Lunga ja é de dominio público, Lunga é uma das bandeiras da região, Lunga é uma figura de valor, agora tem que ser respeitado pelos artistas que utilizam a sua história, até mesmo com direitos a uma percentagem no giro comercial. Um abraço, falo de cátedra pois o grande Lunga é meu Primo,casado com outra minha prima e temos bom relacionamkento. Iderval Reginaldo Tenório
http://www.iderval.blogspot.com