quarta-feira, 10 de outubro de 2018

SENAI em Juazeiro do Norte está com vagas abertas para cursos técnicos

As formações técnicas proporcionam formação prática em diversas áreas e alta empregabilidade. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará) está com vagas abertas em três cursos em Juazeiro do Norte com início ainda em 2018. São os cursos técnico em Eletrotécnica, em Administração e Desenvolvimento de Sistemas.

Sobre o SENAI Ceará
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Ceará tem a missão de contribuir para o aumento da produtividade do trabalhador e para o incremento da competitividade da indústria do Estado do Ceará. O SENAI faz parte do Sistema FIEC, junto com o Serviço Social da Indústria – SESI Ceará, o Instituto Euvaldo Lodi – IEL Ceará e o Centro Internacional de Negócios.

Mais informações no site do SENAI e na Central de Relacionamento do Sistema FIEC: (85) 4009 6500.



sábado, 6 de outubro de 2018

NO TÚNEL DO TEMPO: Há 120 anos Padre Cícero era recebido pelo Papa Leão XIII e pedia sua reabilitação

       Neste sábado o Site Miséria dá um mergulho na história e lembra que, há exatos 120 anos, o Padre Cícero Romão Batista era recebido numa audiência em Roma pelo Papa Leão XIII. Ele tinha feito uma longa viagem desde Juazeiro até à Europa em busca de sua reabilitação sacerdotal suspensa pelo então bispo do Ceará, dom Joaquim José Vieira, no dia 5 de agosto de 1892 por meio de uma portaria.
       O documento proibiu o líder religioso de celebrar, confessar e pregar no povoado do Juazeiro. Inclusive, o bispo tinha enviado documentos à Roma apresentado o resultado de averiguações feitas por uma das comissões em torno dos “milagres de Juazeiro” quando, repetidamente, a hóstia se transformava em sangue na boca da beata Maria de Araújo.
        As devoções em torno do Padre Cícero não agradavam o chefe da Igreja Católica no Ceará que não escondia a inveja e o ciúme por conta das visitas de milhares de fiéis ao povoado. Além disso, se irritou com o trabalho da primeira comissão que formou para averiguar os fatos extraordinários em Juazeiro a qual considerou “milagre divino” e a desfez para constituir outra.
    Após enviar o resultado desta segunda comissão para o Vaticano, Dom Joaquim recebeu documento, no ano de 1894, mantendo a suspensão das ordens do Padre Cícero e até o ameaçando de excomunhão. Foi quando o sacerdote juazeirense, se sentindo ameaçado pelo bispo, decidiu ir pessoalmente à presença do líder mundial da Igreja Católica.
      No encontro com o Papa Leão XIII há 120 anos, Padre Cícero contou sobre o que vinha ocorrendo em Juazeiro quando terminou absolvido das acusações que lhe eram imputadas pelo bispo do Ceará. Imaginando que a decisão do Sumo Pontífice seria respeitada no Ceará, Padre Cícero chorou de alegria e deu de presente um Rosário de ouro ao Papa no dia 06 de outubro de 1898.
          Entretanto, a decisão do pastor não foi recebida com simpatia por Dom Joaquim que manteve a punição ao sacerdote juazeirense, pois o relacionamento entre os dois ficou ainda mais estremecido em virtude da ida de Padre Cícero até Roma. Daí em diante, foram muitos os apelos dirigidos ao Vaticano em prol da reabilitação do “Padim” até a recente consideração da reconciliação da Igreja com o líder religioso a partir do apelo feito pelo então Bispo Diocesano de Crato, Dom Fernando Panico.
Fonte: www.miseria.com.br

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Psicóloga cearense ouve histórias de amor em praças da região do Cariri

“Alguma coisa acontece no meu coração…”, versa Caetano, na letra da música Sampa. Mas é na Praça Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, no Ceará, que muitos sentimentos se encontram. Com “Escuto histórias de amor” escrito em uma placa, a psicóloga Carla Cavalcante dispõe de atenção para ouvir os romances que fazem parte da vida de quem quiser falar. Cerca de 160 pessoas já foram escutadas. O projeto surgiu em 2016, inspirado no da artista plástica Ana Teixeira, de São Paulo. Depois de receber em um grupo de mensagens a imagem de umas cadeiras e o tricô com a faixa “Escuto histórias de amor”, a psicóloga quis saber mais a respeito. Descobriu que tratava-se do projeto de arte de rua de Ana Teixeira, e viu no formato uma oportunidade para o aprimoramento profissional.
“Eu buscava algo que me auxiliasse no exercício da escuta, mas que pudesse fazer isso de maneira mais leve, espontânea e que não me tomasse muito tempo, já que minha rotina diária é complicada. Queria algo que pudesse executar sempre que tivesse um tempinho mais livre”, disse.
Mas há diferenças entre as duas abordagens. Na realizada pela artista plástica de São Paulo, há apenas a escuta de histórias de amor romântico. Com Carla, as pessoas têm a liberdade de falar sobre o que elas consideram amor, de todos os tipos. Além disso, existe uma troca de informação, há uma conversa, caso perceba a necessidade. Assim, a caririense levou a arte para as ruas de Juazeiro. Escolheu a Praça Padre Cícero, no centro da cidade, para começar.
“Queria ver qual seria a receptividade das pessoas, como seria falar sobre amor para uma pessoa desconhecida, como seria apenas ser escutado. Aí cheguei com uma ideia parecida com a da Ana, apenas realizar escuta e deixar que as pessoas chegassem até a mim de maneira livre e me contassem a suas histórias de amor”, explicou.
“É que quando cheguei por aqui, eu nada entendi…” o verso explica bem o tipo de expressão das pessoas. Cada um que passava buscava compreender o que significava aquela placa e aquela mulher sentada. Estaria esperando alguém? Olhando o tempo passar? A psicóloga revela que as dúvidas e a timidez dos passantes dificultaram as primeiras ações.

Carla Cavalcante já ouviu pelo menos 160 pessoas desde 2016, quando iniciou o projeto. (FOTO: Arquivo Pessoal)

“Queriam saber o que era aquela faixa, se precisava pagar, o que eu era, o que ia fazer com aquilo. No começo, não tive tanto sucesso. Mas depois as pessoas já conheciam o banner, se aproximavam, ficavam mais à vontade e já chegavam contando as histórias. E aí percebi que elas não só tinham a necessidade de serem escutadas sobre o que consideravam amor, mas também de serem entendidas. Também vi que esse amor que estava no banner não significava o amor entre casais. Comecei a deixar livre, que as pessoas me mostrassem a definição de amor para elas”, explicou Carla.
A ideia inicial da psicóloga era apenas exercitar a escuta. No entanto, Carla aprimorou outros aspectos profissionais nessa troca que vem realizando com desconhecidos por onde passa.
“Busco trabalhar minha resiliência e entender quanto tempo conseguiria ficar apenas na escuta, de que forma eu realmente escutava as pessoas e entendia. Hoje, posso dizer que minha escuta é mais apurada. Não escuto apenas o que as pessoas falam, mas também seus gestos, os olhares que emitem. O projeto continua me ajudando nisso. Cada praça que vou, cada momento é uma escuta diferenciada”, revelou a ouvinte.
Pondo as emoções “do avesso, do avesso, do avesso, do avesso”, Carla abre espaço no coração de quem compartilha essas histórias, libertando a vontade de compartilhar os significados de amor que cada uma carrega na vida.


“As pessoas estão mais livres para falar sobre amor, um tema tão delicado. Isso é positivo. O intuito é, de fato, mexer com elas, fazer com que, na correria do dia a dia, se deparem, numa praça, com alguém que está ali disposto a apenas escutar sem julgar, sem questionar, sem porquês. Para que aquelas pessoas que passavam para o trabalho, que estavam no corre corre, pudessem parar por alguns minutos e contar algo importante da sua vida, algo que fizesse sentido”, revelou.
O “Escuto Histórias de Amor” não tem ponto físico. No entanto, a atividade é realizada em praças ou eventos culturais de Juazeiro do Norte. E, em breve, deve ir por outras cidades. As escutas são feitas de acordo com a disponibilidade da psicóloga, geralmente nos fins de semana.
“Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas, Da força da grana que ergue e destrói coisas belas, Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas,” alguma coisa sempre vai seguir acontecendo no coração de cada um. Conte sua história!

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Iniciada a instalação de placas de energia solar no Ginásio Poliesportivo

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Esporte e Juventude (Sejuv) em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp), já recuperou boa parte da iluminação de alguns equipamentos esportivos do município, tanto na zona urbana como na zona rural.
A grande novidade vem com o início da instalação de placas de energia solar no Ginásio Poliesportivo, implantando de forma inovadora energia limpa em equipamentos públicos da cidade. Ano passado, a atual gestão recuperou toda a iluminação do equipamento. A quadra interna recebeu novas lâmpadas e as quadras externas, onde a situação era de apagão geral, hoje é totalmente oposta. Também foram instalados refletores no entorno do Ginásio para melhorar ainda mais a iluminação do equipamento.
O Ginásio Poliesportivo é o primeiro equipamento público de Juazeiro do Norte que recebe as placas de energia solar. É um projeto piloto ainda em fase de testes. Além de uma energia sustentável e renovável, esta mudança trará uma grande economia financeira para os cofres públicos.

Novo gradeado
O equipamento esportivo mais imponente de Juazeiro do Norte, o Ginásio Poliesportivo, passa por melhorias e adequações importantes, a exemplo da implementação de projeto com novo gradeado. O serviço está sendo executado no local, com a demolição do antigo muro de tijolos, proporcionando mais leveza e segurança para o espaço, além de visibilidade na área de entrada da cidade, para o prédio, onde já foram realizados grandes eventos do Município e de caráter regional.

domingo, 30 de setembro de 2018

Falecimento de Dr. Moreira

Faleceu na manhã de hoje, nesta cidade, após longo tratamento de saúde, o advogado Francisco Moreira de Oliveira, aos 83 anos de idade. Por sua simpatia e cavalheirismo, Moreira era pessoa muito conhecida e querida em Juazeiro. Segundo seu irmão Geraldo, "Moreira foi o mais juazeirense de todos, uma vez nascido em Juazeiro do Norte foi registrado erroneamente como filho de Lavras da Mangabeira, razão pela qual lhe foi concedido título de cidadão Juazeirense. Duas vezes Juazeirense". Foi Diretor da Cagece, unidade locale presidente da Subsecção da OAB de Juazeiros do Norte. Trabalhou na Casa Sampaio, no Armazém Feijó e depois montou sua própria empresa no ramo de tecidos, com o nome de Armazém Moreira. Também teve atuação no ramo de transporte de cargas com a instalação da Transportadora Relâmpago. Moreira foi presidente do Rotary Clube de Juazeiro, professor do Centro Educacional Professor Moreira de Sousa e advogado atuante. Fez uma incursão pela literatura, deixando uma obra publicada. Era sócio do Instituto Cultural do Vale Caririense. Seu velório está sendo realizado no Anjo da Guarda, onde será celebrada missa de corpo presente  e o sepultamento será amanhã às 16 h. 

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Alunos da Escola Tiradentes vão pedir tombamento do patrimônio vegetal de Juazeiro


Sob a orientação do Professor João Rodrigues Tenório (Professor Bosco) uma equipe de alunos da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Tiradentes, localizada no Bairro Novo Juazeiro, está realizando um trabalho de catalogação do patrimônio vegetal de Juazeiro do Norte. A proposta seguinte é pedir oficialmente o tombamento das árvores mais significativas no sentido de evitar seu desaparecimento, como vem ocorrendo com os prédios históricos, alguns dos quais são hoje locais de estacionamento de veículos. Inicialmente, como experiência piloto, a equipe fez a catalogação das árvores existentes no terreno da escola, anotando localização e nome científico da espécie, de acordo com a classificação de Linneu, trabalho pioneiro nesta cidade. O pedido de tombamento no momento está em fase de elaboração e será solicitado em duas instâncias: pelo Município e pelo Estado. A equipe de alunos que está realizando o projeto é formada por Samela Ribeiro dos Santos (1º D), Paulo Ramos Moreira Diniz (1º A), Delamare Vital Correia (1º B), Vinicius Alves de Souza (1º B). Entre as árvores que já foram catalogadas na cidade, destacamos abaixo algumas imagens mostrando o rico patrimônio vegetal de Juazeiro representado por palmeiras imperiais que foram plantadas na cidade a partir dos anos 30. 

Palmeiras que embelezam a Praça Padre Cícero




Palmeiras da Sefaz
               Conjunto de Palmeiras do Centro Educacional Professor Moreira de Sousa
 Conjunto de Palmeiras na periferia da cidade

 Conjunto de Palmeiras da Escola Padre Cícero
Agora uma tristeza! Uma linda palmeira solitária que antes existia na entrada do prédio da Caixa Econômica. Foi destruída. É para evitar que isso se repita que o projeto dos alunos da Escola Tiradentes deve contar com o maior apoio da comunidade juazeirense. Engaje-se nesse movimento!

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Juazeirense é nomeada para alto cargo em Brasília

O Ministro Chefe da Casa Civil da Presidência da Repúblicas, Eliseu Lemos Padilha, através da Portaria nº 992 publicada no Diário Oficial da União em 27.08.2018, nomeou a enfermeira juazeirense Gilvani Pereira Grangeiro para assumir o cago de Diretora do Departamento de Atenção à Primeira Infância da Secretaria Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério do Desenvolvimento Social. 
Gilvani além da sua graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual do Ceará, é também graduada em Ciências pela Faculdade de Filosofia do Crato. É especialista na área de Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Atuava desde 2009 como assessora técnica da Coordenação Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde.

Estácio Juazeiro do Norte realiza II Seminário de Tanatologia: perdas e luto no cenário contemporâneo

Em sua segunda edição, será realizado na quinta-feira (27), o Seminário de “Tanatologia: Perdas e Lutos no Cenário Contemporâneo”, promovido pela Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte em parceria com o Instituto Meta e Sociedade Contemporânea de Psicanálise (SCOPSI).
Os temas apresentados serão extraídos de artigos produzidos por alunos do curso de Medicina e Psicanálise, contemplando todos que tenham interesse em conhecer e entender um pouco da temática.
O evento irá possibilitar um amplo debate acerca do tema, que já vem sendo trabalhado pelos integrantes do Projeto de Extensão do Laboratório de Tanatologia da FMJ.

Mesas de debates
O seminário terá início às 18 horas, no auditório da Estácio, e contará com três mesas de debate que abordarão os diversos eixos de estudos sobre o luto e a depressão.
Entre as temáticas que serão discutidas estão: a tanatologia sob a perspectiva da ética e bioética; lidando com o luto infantil e suas consequências; o processo do luto no idoso; luto materno: a dor que não se nomeia; o educador perante o luto na escola; o processo de luto em decorrência do não reconhecimento da vida LGBTQ+; a postura médica frente à morte do paciente, entre outros. Os debates serão mediados pela psicanalista Izaura Leite, pelo professor e psicanalista, Lorscheider Peixoto e pela médica Sheila Ulisses Paiva. 

Serviço:
Seminário de “Tanatologia: Perdas e Lutos no Cenário Contemporâneo”
Data: 27 de setembro de 2018
Horário: Às 18 horas
Local: Auditório da Estácio - Juazeiro do Norte

Inscrições:  1kg de alimento não perecível. 


segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Maior feira de tecnologia da América Latina será realizada em Juazeiro do Norte

O município de Juazeiro do Norte irá sediar ainda este ano a Campus Day, uma versão da maior feira de tecnologia da América Latina, a Campus Party. A iniciativa conta com a articulação da Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Sedeci, e é realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Em seu formato original, o evento promove durante sete dias, as mais diversas atividades voltadas a produção de inovação, ciência, criatividade e entretenimento digital, atraindo o olhar de empreendedores, cientistas, gamers e fãs de tecnologia de todo o mundo. A ideia é misturar todas as experiências da Campus Party em um só dia, explica o diretor da (Sedeci), Ermeson Silva.

A programação irá contar com palcos de conteúdo, oficinas, workshops, torneio de games, maratona de robótica e programação, cursos de fotografia entre outras atividades. O público terá entrada gratuita e poderá participar de forma ativa, interagir com os jogos e robores e desenvolver relações de trabalho e ideias. 

Esta será uma das 4 edições da Campus Day que devem acontecer no país e a primeira a ser realizada no Ceará. Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, promover um evento desse porte só é possível por o município adotar a inovação como motor de crescimento.  Na sua avaliação, a iniciativa revela o êxito das estratégias de fomento ao setor e apresenta uma fase de transição favorável, ampliando a visibilidade das oportunidades de investimento desenvolvidas a nível local. “Acreditamos que vai existir um antes e um depois da Campus Party. Estaremos sobre os holofotes dos gigantes das empresas e indústrias, dos maiores líderes de tecnologia e informação do mundo inteiro”, destacou.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Estácio promove semana com ações sustentáveis


Iniciada no dia 17 deste mês será encerrada no próximo dia 22 de setembro,  a 6ª edição da Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, promovida pela a Estácio – um dos maiores e mais respeitados grupos do setor educacional do Brasil e que atua no mercado há 48 anos. O evento oferece centenas de atividades gratuitas para a população dos 23 estados em que atua, incluindo também o Distrito Federal.  
As ações, que irão até o meio-dia, serão realizadas de forma integrada com os quatro cursos da Estácio Juazeiro do Norte (Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Medicina) ofertando serviços, orientações voltadas para a saúde, aferição de pressão e glicemia e massoterapia.
 Os eventos contarão com a participação de mais de 80 campi da instituição, cujas unidades promoverão, gratuitamente, diversas atividades, como palestras, oficinas, atrações culturais e mesas redondas com especialistas em sustentabilidade de empresas parceiras.
“A missão da Estácio ´Educar para Transformar´ será posta em prática durante a 6ª Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, pois mobilizará alunos, colaboradores, docentes e as comunidades que ficam nos entornos das nossas unidades em todo o país”, comenta Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Estácio.
A 6ª Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social terá como tema central “o consumo consciente de plástico” e seu objetivo é estimular uma atitude mais crítica e responsável em relação ao consumo deste produto.  Segundo a ONG Mares Limpos, desde 1950, produzimos mais de 8 bilhões de toneladas de plástico virgem e 80% disso foi descartado. Ainda de acordo com a organização social, até 2050, teremos mais plásticos do que peixes no mar. Após a realização da 6ª Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, as unidades participantes receberão o Selo de Instituição Socialmente Responsável.      
O evento acontece em paralelo à 14ª Campanha de Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular da ABMES - Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, que tem como meta fazer com que as instituições de Ensino Superior (IES) promovam ações socialmente responsáveis que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população durante todo o ano.

SERVIÇO:
Evento - 6ª edição da Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social
Data - de 17 a 22 de setembro de 2018
Local – Dia E - Juazeiro do Norte – 19 de setembro de 2018 -  Colina do Horto

Prefeitura de Juazeiro do Norte promove Seminário de Turismo


A Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria de Turismo e Romaria (Setur) realizará na próxima terça-feira, 25, I Seminário de Turismo de Juazeiro do Norte, que acontecerá no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). O Seminário é voltado para estudantes e profissionais da área do Turismo na região do Cariri.

A programação do Seminário se estende durante todo o dia e contará com mesa redonda, palestra, exposição de xilogravuras e apresentação de grupo musical da Vila da Música.  O evento acontece em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e conta com a participação de sociólogos e especialistas da área.  

O Secretário Júnior Feitosa afirma que é uma oportunidade de qualificar os setores do turismo. “Estamos buscando fortalecer os serviços que tem grande poder no receptivo turístico. O convênio com o Sebrae e a realização desse seminário é uma oportunidade de proporcionar uma melhor qualificação”, disse.


Alunos da Escola Tiradentes vão fazer campanha de valorização e proteção do patrimônio vegetal de Juazeiro



quarta-feira, 19 de setembro de 2018

PUC Campinas realiza simpósio sobre Beata Maria de Araújo


Memorial Padre Cícero participa da programação da 12ª Primavera de Museus nessa semana

Mesmo com a tragédia ocorrida recentemente no Museu Nacional (RJ) e a publicação da Medida Provisória 850, de 10/9/2018, que autoriza a extinção do IBRAM  (Instituto Brasileiro de Museus) e sua substituição pela Agência Brasileira de Museus (ABRAM), a programação da 12ª Primavera dos Museus, entre os dias 17 e 23 de setembro, permanece inalterada. 
A Primavera de Museus, uma temporada cultural promovida pelo IBRAM, acontece em todo o Brasil há vários anos. Nessa edição, com o tema Celebrando a educação museal, mais de mil museus de todo o país oferecem ao público cerca de três mil atividades gratuitas, como visitas mediadas, palestras, oficinas, exibição de filmes, entre outras.
Como preconizado pela Política Nacional de Educação Museal - PNEM, a educação em museus é imprescindível para o fortalecimento do patrimônio culturaL brasileiro, aumentando os laços afetivos e o sentimento de pertencimento da sociedade por seu território e suas tradições. Infelizmente, nesse ano de comemoração dos 200 anos de museus no Brasil, testemunhamos a cruel destruição de grande parte do Museu Nacional e os desdobramentos desse desastre para todo o campo museal com a publicação da MP 850. Por essas razões, os últimos acontecimentos impõem a manutenção da Primavera dos Museus, como forma de refletir sobre o que há para celebrar e como devemos orientar os trabalhos nos museus daqui em diante 
A Fundação Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte-CE, diante desse cenário, mantêm suas propostas de programação, a seguir:

Dia 20/9 (quinta), das 9 às 12h. Oficina "Juazeiro por meio de imagens". Ministrantes: Núcleo educativo da Fundação. Participantes: estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Cícero. Local: Hall do auditório da Fundação.
Dia 21/9 (sexta), das 9 às 12h. Palestra pública. A Política Nacional de Educação Museal - PNEM, no atual cenário de crise do campo museológico brasileiro. Ministrante: Luciana Palmeira (Museóloga. Coordenadora de Acervos Museológicos do Ibram). Participantes:  trabalhadores de museus do Cariri, professores, pesquisadores e quaisquer interessados na educação em museus. Não é necessária inscrição. Auditório da Fundação Memorial Padre Cícero.