sexta-feira, 29 de agosto de 2014

“Invasão linguística!” - Por Paulo Leonardo Celestino

            O Cariri sempre foi uma região bastante autêntica, com seus próprios costumes, com sua própria cultura. Apesar de sermos cearenses, às vezes fica a sensação de morarmos em outro estado, pois até o nosso sotaque é diferente do linguajar das áreas próximas ao litoral. Ou pelo menos era diferente!
            Nos últimos anos, nossa região tem se tornado bem mais cosmopolita. Juazeiro do Norte, por exemplo, cuja população já era formada em boa parcela por famílias vindas do interior de estados vizinhos nordestinos, agora também atrai muitos profissionais da capital cearense e até do Sul e Sudeste, todos em busca das novas oportunidades surgidas pelo recente crescimento econômico. Além de sua valorosa  contribuição intelectual, estes novos moradores também trazem consigo o seu sotaque, o qual foi incorporado por alguns juazeirenses e hoje já existe uma verdadeira mistura quanto ao modo de falar.
            Eu mesmo testemunho diariamente esta mistura. Quando vou deixar meu filho em sua escola, vou cumprimentando nos corredores pais e professores com o tradicional “bom dia”. Para a resposta ouço “bom djia”; assim, com o chiado das consoantes “d” e “t” peculiares da capital cearense e Sudeste do país. E não termina por aí: lá a borracha não é mais “de Pedro”, é “do Pedro”, com o artigo antes do nome próprio sem este ser especificado.
            Realizada a primeira parte de minha rotina diária, em pouco menos de 30min já estou no Posto de Saúde onde trabalho. Já neste ambiente, com pessoas que não mantém muito contato com o falar da capital, o “bom dia” volta a ser pronunciado do jeito que eu falo, sem chiado. E o remédio não será para a Maria, será de Maria.
            Interessantes estes micro-universos dentro de uma própria cidade e a própria dinâmica da linguagem. Quem falará melhor, os que incorporaram o modo de falar propagado pelas mídias ou os que preservaram o sotaque tradicional caririense? E no futuro próximo, haverá uma mudança total do sotaque local com as próximas gerações?

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Inscrições para o Prêmio Demutran de Educação para o Trânsito seguem abertas

O IX Prêmio Demutran de Educação para o Trânsito desenvolvido pelas Secretarias Municipais de Segurança Pública (SESP) e Educação (SEDUC) está com inscrições abertas até o próximo dia 29. Com temas diversos, definidos de acordo com a série que estão cursando, os alunos regularmente matriculados na rede municipal de ensino podem participar por meio das modalidades de pintura, desenho, redação, poesia e histórias em quadrinhos. 
Com o objetivo de estimular alunos e professores a refletirem sobre o trânsito no contexto da cidade, da sua relação com o meio ambiente e na qualidade de vida, o prêmio pretende ainda contribuir para a adoção de comportamentos e sedimentação de hábitos mais seguros, reduzindo assim o número de acidentes.
Os participantes que tiverem seus trabalhos classificados receberão medalhas de honra ao mérito e, 1º, 2º e 3º lugar, respectivamente, a seguinte premiação: notebook, tablet e celular. Os professores orientadores desses estudantes também receberão certificado e prêmio. O evento está previsto para acontecer no dia 26 de setembro de 2014, às 8h, no auditório do Memorial Padre Cícero.
Os interessados devem procurar o Demutran, na sala do Setor Educacional de Trânsito (SET), situado na Secretaria de Segurança Pública e Cidadania (SESP), na Rua Beata Maria de Araújo, s/n, bairro Romeirão, das 8h às 13h.

NOTA DE FALECIMENTO
De Weruschka Fatima Ribeiro Santana Alves recebemos a seguinte nota com pedido de publicação: 
  Comunico o falecimento da única irmã por parte do meu avô (João Ribeiro Costa), Maria da Luz Ribeiro, conhecida também como Pequena, que faleceu hoje às 01:00 da manhã em São Paulo, onde morava há vários anos.. Quando residiu em Juazeiro fez muitas amizades.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Prefeitura de Juazeiro quer orçamento participativo e já acolhe propostas via internet

A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Controle da Prefeitura de Juazeiro do Norte pretende acolher o maior número possível de propostas para o orçamento 2015 do município. Com esse objetivo, criou a página do Orçamento Participativo  que vai facilitar o encaminhamento de idéias e sugestões populares individuais ou por meio de associações ou entidades. Segundo o secretário José Ivan Silva Alves, podem participar pessoas maiores de 16 anos, residentes no município, preenchendo um espaço próprio com nome e endereço completos e os detalhes da proposta.

A página traz explicações sucintas sobre o que é orçamento e conclama todos no sentido de ajudarem a melhorar Juazeiro participando da elaboração do mesmo que se constitui numa maneira de organizar as contas do município. Nele, de acordo com o secretário, está a previsão das receitas e como se pretende gastar no decorrer do ano. Como lembra Zé Ivan, uma obra ou serviço só poderá ser realizado se obedecer especificações das leis orçamentárias aprovadas pela Câmara de Vereadores.

Quanto ao Orçamento Participativo, ele define como um mecanismo direto de envolvimento da população através do qual discute, analisa e decide sobre políticas públicas a serem executadas. O secretário aconselha que, individual ou coletivamente, as pessoas participem a partir de um levantamento das necessidades para discutir as prioridades de acordo com o orçamento do município. “Dessa forma, o cidadão passa a ser um protagonista permanente da gestão pública, não restringindo sua participação apenas ao ato de votar”, acrescenta Zé Ivan. (ASCOM/PMJN)

Ciops em Juazeiro do Norte será inaugurada amanhã

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), realiza, nesta terça feira (26), a inauguração da nova Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) em Juazeiro do Norte. O serviço, que já funcionava para toda região do Cariri, recebe estrutura mais moderna e equipada.

Com o efetivo de 38 servidores – entre teleatendentes, operadores, monitores e coordenadores –, a nova Ciops de Juazeiro do Norte teve o investimento total de R$ 243 milhões.

A Coordenadoria faz a cobertura das cidades de Barbalha, Cariruaçu, Granjeiro, Jardim, Juazeiro do Norte, Altaneira, Araripe, Assaré, Campos Sales, Crato, Farias Brito, Nova Olinda, Potengí, Salitre, Santana do Carirí e Tarrafas, atendendo a uma população total de 249 mil habitantes.

Criada em 12 de agosto de 1998, pelo Decreto nº 25.133, a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) é parte integrante da estrutura da Secretaria da Segurança Pública e Defesa da Social.

Sendo o canal direto de atendimento ao cidadão, através de um número único 190, a Ciops integra Instituições de atendimento emergencial, entre elas: Polícia Militar do Ceará, Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará, Polícia Civil do Ceará, Polícia Rodoviária Federal, Perícia Forense do Ceará, Defesa Civil e Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAMU).
Assessoria de Comunicação da SSPDS
(85) 3101.6518

FESTA DA PADROEIRA - Programação

Inicia-se no próximo dia primeiro de setembro mais uma Festa da Padroeira, a padroeira espiritual de nossa primeira paróquia, a Matriz de Nossa Senhora das Dores, hoje consagrada Basílica Menor. A administração paroquial fez divulgar no fim de semana passado o extenso programa que se inicia neste dia primeiro e segue festivamente até o dia 15 quando do encerramento, após a tradicional procissão. Aí está a programação na sua integralidade.



sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Renato Casimiro é o novo presidente do ICVC

O Instituto Cultural do Vale Caririense, às vésperas de comemorar o seu 40º aniversário de fundação, em setembro próximo, acaba de eleger a sua nova diretoria para o biênio 2014-2016. A sua presidente atual, poetisa Maria do Rosário Lustosa da Cruz acaba de remeter correspondência para todos os seus 44 sócios titulares, informando mo resultado da votação que transcorreu no dia 19, no auditório da Faculdade de Juazeiro do Norte, nos seguintes termos: 
“...Agradeço  pelo comparecimento de todos vocês neste chamado para a eleição,  considerada excelente pelo comparecimento e unanimidade em votação para esta chapa Única apresentada. 
Portanto, foi 100% o resultado positivo. Fica portanto a previsão para 20 de setembro de 2014, a posse da nova diretoria, posse de novos sócios e comemorações dos 40 Anos do ICVC, que certamente será de acordo com a orientação do nosso  novo presidente Renato Casimiro e sua equipe de trabalho. Meus sinceros agradecimentos a todos vocês que  se empenharam nesta caminhada   com participação e cooperação  e votos de uma boa gestão coroada de pleno êxito, nos objetivos  propostos. Atenciosamente, Maria do Rosário Lustosa da Cruz.” A nova diretoria para o período - setembro 2014/ setembro/2016 ficou assim  constituída: Presidente: Antônio Renato Soares Casimiro; 1º Vice Presidente- José Nildo Rodrigues; 2º Vice Presidente – Erasmo Barbosa Mendonça; 1º Secretária-  Maria Rosângela Reginaldo Tenório; 2ª Secretário – Edilson Botelho Pereira Luna; 1º Tesoureiro – Hélio Bezerra de Mendonça; 2º Tesoureiro – Maria José de Sales; 1º Bibliotecária – Diana Figueiredo Barbosa; 2º Bibliotecário – Francisco Renato de Souza Dantas; 1º Orador- Antônio Arnaldo Onofre Alencar; 2º Orador- Joaquim Edvan Pires.
Renato volta a ocupar a presidência do ICVC pela terceira vez, pois ha havia ocupado este cargo pela primeira vez no período de 1987 a 1989 e pela segunda vez no período de 1990 a 1992 e ambas gestões foram caracterizadas por grandes avanços para a instituição, tendo Renato colocado o ICVC no rol das instituições mais atuantes de Juazeiro do Norte. Pela sua competência e dinamismo de Renato temos certeza de que esta nova gestão será também muito proveitosa para a entidade. Sucesso é que lhe desejamos.   


quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Casa do Idoso comemora Dia de São Bernardo

Hoje a Igreja Católica festeja o Dia de São Bernardo. Aqui em Juazeiro o evento tem significado especial na Casa do Idoso, onde seu administrador tem o nome na vida monástica  de Irmão Bernardo em homenagem ao festejado santo nascido em Borgonha.  Na capela da Casa do Idoso foi celebrada missa pelo Padre Francisco Luiz dos Santos, pároco da Igreja de São Miguel, a qual foi assistida por funcionários e pessoas que vivem na Casa do idoso. 
Abaixo alguns flagrantes do fotográficos da missa:





domingo, 17 de agosto de 2014

Faleceu Radialista Bosco Alves

Ontem, à noite, faleceu no Hospital Cura D´Ars em Fortaleza onde estava em tratamento de saúde, o narrador esportivo juazeirense João Bosco Alves, aos 62 anos de idade. O corpo foi transladado  para Juazeiro e encontra-se no Centro Anjo da Guarda onde está sendo velado por familiares e amigos. O sepultamento está marcado para amanhã, às 10 h, no Cemitério do Socorro.
Bosco era oriundo de uma família de tradição radialística, sendo sobrinho do famoso Coelho Alves, o ícone da família  Alves, e irmão de dois outros nomes conhecidos do rádio caririense: Luca e Paulino Alves. Começou sua vida radiofônica como repórter esportivo e pouco tempo depois passou a ser narrador, fazendo parte de um elenco de "feras" do mundo esportivo juazeirense como José Boaventura,  Foguinho (Francisco Silva), Wilton Bezerra e Luiz Carlos de Lima, dentre outros. Trabalhou na Rádio Iracema e Rádio Verde Vale  de Juazeiro do Norte; foi diretor da Rádio Cultura de Várzea Alegre; Rádio Cidade  e Rádio Verdes Mares de Fortaleza. Ultimamente estava fora do rádio trabalhando no Cariri da Sorte como responsável pela entrega dos prêmios. 

Os 90 anos de Dona Roquelina Tenório Cruz

Ontem, dia 16 de agosto,  a família de Dona Roquelina Tenório Cruz comemorou a passagem dos seus 90 anos de idade. Em regozijo ao evento houve celebração de missa na Capela de São Vicente (construída por iniciativa do seu marido, José Geraldo da Cruz, grande político juazeirense) e em seguida uma recepção para os parentes e convidados em sua residência no Sítio Urussuhy. De sua união matrimonial com José Geraldo, Dona Roquinha, como é conhecida, teve cinco filhas: Maria das Graças, Fátima,  Solange, Zelinda e Telma. A feliz aniversariante é ainda hoje muito conhecida em Juazeiro graças ao seu temperamento afável, pessoa simples, bondosa inteiramente dedicada à criação das filhas e aos afazeres domésticos. Depois de morar muito tempo na cidade, especialmente na Av. Dr. Floro, onde fez grande círculo de amigas, Dona Roquinha hoje vive no síitio da família sob os cuidados de sua filha Solange, pois as outras moram em Fortaleza. Parabéns.

Dona Roquinha e suas filhas: Zelinda, Solange, Maria das Graças, Fátima e Telma.

sábado, 16 de agosto de 2014

Dra. Janina Sanches profere palestras em Juazeiro sobre Mitohermenêutica da Mulher Empreendedora

A Dra. Janina Sanches proferiu duas palestras em Juazeiro do Norte sobre o tema MITOHERMENÊUTICA DA MULHER EMPREENDEDORA. Na noite do dia 14 foi na Faculdade Leão Sampaio e na noite seguinte na Faculdade Juazeiro do Norte das quais participaram alunos professores das duas instituições universitárias  que promoveram os eventos em parceria com a Secretaria de Cultura e Romaria do Municipio. No mesmo momento foi feito o lançamento do livro fotobiografia da artista plástica Ignez Fiuza, escrito por Janina Sanches e Elizabeth Fiuza. A presença da Dra. Janina em nossa cidade foi articulada pela Sra. Marta Nascimento, aluna do Curso de Pós-Graduação em Gestão Comercial da Faculdade Leão Sampaio.
Abaixo alguns flagrantes fotográficos dos dois eventos:
Na Leão Sampaio

 Na Faculdade Juazeiro do Norte



segunda-feira, 11 de agosto de 2014

CONFERÊNCIA SEGUIDA DE DEBATE: MITOHERMENÊUTICA DA MULHER EMPREENDEDORA

A Secretaria de Cultura e Romaria,,  Faculdade Leão Sampaio e a Faculdade Juazeiro do Norte realizarão nos próximos dias 14 e 15 deste mês a 
CONFERÊNCIA SEGUIDA DE DEBATE: 
MITOHERMENÊUTICA DA MULHER EMPREENDEDORA

PALESTRANTE:  Prof. Dra. Janina M. Sanches, Pós-Doutora em Filosofia da Antropologia da Educação, FE-USP (2010); Doutora em Educação:currículo, pela PUC-SP (2006), Mestre em Educação: linguagens, pela Faculdade de Educação - FE/USP (2003), Graduada em Comunicação Social pela FACHA-Rio de Janeiro (1989). Ensina nos Cursos de Engenharia, Administração e Direito da UNICHRISTUS, tem ensinado em programas de Mestrado e Doutorado em Educação, Comunicação e Saúde Pública, na graduação nas mesmas áreas. Temas: Cultura e Mulher; Metodologia da Pesquisa Científica, Gestão do Conhecimento, Complexidade, Avaliação Institucional, Avaliação de Currículo, Cultura-análise, Educação Intercultural,  Mitohermenêutica, Estética e História da Arte, Antropologia Cultural, Teorias de Currículo, Didática Universitária e Teorias pós-críticas. Publica, profere palestras e apresenta trabalhos em eventos internacionais e nacionais. CV Completo:  http://lattes.cnpq.br/9974944245713488  www.janinasanches.blogspot.com.br
PROPOSTA: Tem-se a finalidade de tratar da mulher que assume administrar a inteligência criativa, a  criatividade coletiva, viver em redes de relações a complexidade e a construção de uma nova humanidade.  A partir das ideias de mitohermenêutica de Gilbert Durand (2002), da educação do sensível de Marcos Ferreira-Santos (2004) e Janina Sanches (2010), a noção de complexidade (Edgar Morin, 2002), a dinâmica dos instintos (reações, emoções) de Lipot Szondi (1970) e a ideia de uma nova humanidade, de Michel Serres (2010) trata-se de oferecer palestra buscando demonstrar a complexidade envolvida nas ações de mulheres que assumem ser empreendedoras: como afetam a cultura e são afetadas por ela. A partir da obra Fotobiografia Ignez Fiuza: Ceará, Arte e Cultura, abre-se a discussão do tema buscando desvelar escolhas e abrir para o debate com os participantes. 
OBJETIVOS: Conhecer sobre a mitohermenêutica da mulher empreendedora.
PÚBLICO: Participantes de todas as áreas do saber, especialmente da Administração, Educação, Direito, Engenharias, Secretariado, pessoas interessadas(os) em compartilhar conhecimentos e sensibilidades sobre a construção da mulher na pós-modernidade.
DATAS: 14 de agosto, 19h, na Faculdade Leão Sampaio
15 de agosto, 19h, na Faculdade Juazeiro do Norte

domingo, 27 de julho de 2014

Saiu no Juanorte: CONSTRUTOR PIONEIRO DO JUAZEIRO MORRE NO RECIFE E FAZ HISTÓRIA

Mais dinâmico mercado imobiliário do interior do Nordeste brasileiro, na atualidade, em acelerado processo de verticalização, Juazeiro do Norte já conta com diversos e modernos arranha-céus(mais de 12 andares) e está erguendo vários outros, inclusive os dois edifícios mais altos do Ceará. Mas esse processo foi iniciado, pioneiramente, pelo empresário Manoel Antônio de Oliveira(foto) com a construção do Edifício Walkiria e depois em 1958 do Edifício M. Oliveira, os dois primeiros prédios com três pavimentos no Juazeiro. Pernambucano, o empresário morreu, nessa semana, aos 95 anos, no Recife, deixando sua marca histórica de empreendedor na Metrópole do Cariri.
Como a maioria dos nordestinos, entre os 2,5 milhões que visitam Juazeiro do Norte todos os anos, o pernambucano de Caruaru, Manoel Antônio de Oliveira, era romeiro e filho de romeiros devotos do Padre Cícero. Chegou ao Juazeiro ainda criança, com nove anos de idade, acompanhando os pais. Quando jovem, tornou-se empregado de grande loja de miudezas no Juazeiro, do empresário Felipe Nery da Silva. Com talento para o comércio e bastante dedicação, virou gerente dessa loja. Depois de algum tempo, resolveu montar seu próprio negócio, iniciando-se no ramo da construção civil. Como Juazeiro não tinha ainda nenhum edifício, construiu um prédio comercial de três pavimentos para abrigar sua loja de miudezas: Edifício Walkiria, em homenagem à sua esposa, na Rua Santa Luzia, onde, mais tarde, funcionaram Radio Iracema(segundo andar), Rádio Progresso(primeiro andar) e Banco do Juazeiro(térreo). Determinado e ousado, em seguida, em 1958, iniciou o seu segundo e maior empreendimento imobiliário no Juazeiro: Edifício M, Oliveira, o primeiro multiempresarial do Juazeiro, com seu próprio nome, na quadra esquina da Rua Santa Luzia com Rua São Pedro, ao lado do Mercado Público Central, no movimentado centro comercial da cidade. Segundo o atual administrador do M.Oliveira, Manoel Sales Menezes, “foram os dois primeiros prédios de três pavimentos no Juazeiro construídos com projetos técnicos e acompanhamento de engenheiro. O terceiro mais antigo é o da antiga A Vencedora, de Severino Alves Sobrinho, na Rua São Pedro. O M. Oliveira, com sete lojas no térreo, 24 salas no primeiro e segundo andares, 12 em cada andar e ainda sobrelojas, virou uma referência na cidade. Durante muito tempo, foi ponto de encontro de muita gente da sociedade juazeirense que reunia à noite na sua calçada para conversas sobre política, comércio, cinema e futebol”. Ao final dos anos 1960, o empresário Manoel de Oliveira desativou suas atividades comerciais no Juazeiro e voltou para seu Estado, Pernambuco. Estabeleceu-se no Recife, com uma grande loja, denominada Orgamil Comercial de Miudezas Ltda, na Rua do Rangel, centro comercial da capital pernambucana, e passou a concorrer com grandes nomes do comércio na época: Pedrosa da Fonseca, Djalma da Fonte, Fortunato Russo, Casas José Araújo e Viana Leal. Nunca mais voltou a residir no Juazeiro, mas também não vendeu o seu Edifício M. Oliveira, mantendo-se seu proprietário e destinando-o para locação imobiliária, conforme seu objetivo original. Não vendeu porque considerava o M.Oliveira a sua presença no Juazeiro, que o recebeu como simples romeiro e lhe deu a oportunidade de se transformar em grande empresário. De tal forma que, ao voltar para Pernambuco, passou a disputar o mercado com os mais famosos comerciantes da época no Recife. Muitos apareceram para comprar salas no M. Oliveira, mas ele resistiu e preservou sua propriedade, que tem valor expessivo na evolução urbana da cidade. Agora, com a morte dele nessa semana, no Recife, o Edifício M. Oliveira passou a ser um patrimônio de herança da família no Juazeiro. Atualmente, não estão ocupadas todas as salas, embora a média de preço dos aluguéis seja bastante acessível: R$ 250,00. Provavelmente, pela falta de estacionamento, um problema sério no centro “nervoso” do comércio do Juazeiro onde o edifício está localizado. Mas é um prédio bastante funcional, com boas condições de manutenção e a grande vantagem de estar perto de tudo que faz o comércio do Juazeiro um dos mais dinâmicos do Nordeste. Suas salas estão ocupadas principalmente por escritórios de contabilidade, representações comerciais e advocacia. Embora seja um prédio antigo, com mais de 55 anos de construção, permanece referência no centro do Juazeiro, pois os grandes e modernos complexos imobiliários da atualidade estão formando o skyline da cidade nos bairros Triângulo(empresarial) e Lago Seca(residencial). Por isso, o administrador Manoel Sales de Menezes afirma que cumpre com satisfação o seu papel de zelar e preservar o M.Oliveira que, mesmo não sendo um edifício histórico, mas apenas comercial, faz parte da história urbana do Juazeiro pelo seu pioneirismo marcando o início do progresso do mercado imobiliário da Metrópole do Cariri, Cidade que mais cresce no Ceará.
























Farias Brito celebra missa pelos 80 anos de falecimento do Padre Cícero

Aconteceu dia 20 de julho, às 17h, na serra do Quincuncá, em Farias Brito- CE, uma missa em memória dos 80 anos de falecimento do Pe. Cícero Romão Batista. A celebração contou com a participação de aproximadamente duas mil pessoas e foi presidida por Dom Fernando Panico e concelebrada pelo Pe. Adalmiram Silva, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, do município de Farias Brito (CE). Pe. Adalmiram explicou que no século passado o Pe. Cícero passou pela Serra do Quincuncá para benzer o cemitério lá localizado, e ao descer profetizou que a ponta daquela serra seria um porto de navios. Segundo ele muitos fiéis participam da celebração e a crença na intercessão do santo do Juazeiro só tem aumentado. A missa em memória do Pe. Cícero é celebrada todo dia 20 de cada mês na Serra do Quincuncá e atrai sempre um grande número de devotos. A do mês de julho teve um caráter especial por ser celebrado os 80 anos de falecimento deste santo popular. (Armando Rafael)

quarta-feira, 23 de julho de 2014

FIEC inaugura Casa da Indústria e instala Polo Regional de Inovação

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Roberto Proença de Macêdo, inaugura a Casa da Indústria do Cariri no próximo dia 5 de agosto, às 15h, no Centro de Formação Profissional Wanderillo de Castro Câmara, unidade do Serviço Nacionalde Aprendizagem Industrial (SENAI/CE), no bairro Triângulo, em Juazeiro do Norte. Após esse primeiro ato, a partir das 16h, serão realizadas as solenidades de instalação do Polo Regional de Inovação Industrial do Cariri e de posse da Diretoria do Sindindústria – Quadriênio 2014-2018, no Iu-á Hotel. Na ocasião, também será assinado o Pacto pela Inovação e Desenvolvimento Econômico da Região do Cariri e apresentados os dados e resultados da publicação do Projeto Setores Portadores deFuturo.

O diretor corporativo do INDI, Carlos Matos, estará presente às cerimônias. Por meio do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (INDI), o polo chega para desenvolver a indústria local daquela região, contribuindo para uma maior integração das cadeias produtivas e possibilitando o estímulo à inovação, aumento da competitividade e participação em editais de interesse desses segmentos envolvidos. Somam-se aos esforços do Sistema FIEC no Cariri, por meio do trabalhodas demais instituições integrantes do Sistema FIEC: SENAI, SESI, IEL e FIRESO.

No Cariri, a iniciativa integra os municípios de Aurora, Barbalha, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Granjeiro, Jardim, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri. O polo faz parte de umadas ações do Programa Uniempre, englobado pelo Programa IndústriaViva, que é um conjunto de projetos integrados que envolvem ações incisivas de promoção da competitividade. Este é segundo dos sete polos previstos para instalação no interior do estado. O primeiro foi implantado em outubro de 2013, na Região do Jaguaribe, por meio da Casa daIndústria, localizada em Limoeiro do Norte.

Para Carlos Matos, o polo é uma integração da Casa da Indústriacom toda a estrutura do Sistema FIEC, representando esforço para o desenvolvimento da região, focado no desenvolvimento do Cariri: “Vamos também catalisar os esforços das prefeituras, das ações do governo do estado junto com o governo federal, interagindo com a iniciativa privada, visando à geração de trabalho e emprego”.

Matos explica que já é possível verificar quais os setores emergentes que precisam de apoio para crescer na região. “O setor metalmecânico cresce bem lá. Se apoiado, crescerá mais. As empresas que fazem joias semipreciosas, que têm crescido bem, com mais de cem funcionários e formalizadas. Não podemos esquecer que o Cariri é o segundo polo turístico cearense. Recebe quase dois milhões de pessoas por ano. É um potencial que pode ser transformado em riqueza para região”, diz.

Polo Inovação

O Polo de Inovação do Cariri é concebido para desenvolver aindústria local, contribuindo para uma maior integração dos setores produtivos do segmento, possibilitando o estímulo à inovação por meio deatividades como a participação em editais de inovação em projetos deinvestimento de interesse desses segmentos envolvidos. O Polo Regionalde Inovação Industrial se faz presente no interior cearense por meioda Casa da Indústria do​ Sistema FIEC.

Uniempre

O Programa Uniempre, sob a coordenação executiva do INDI, em parceria com o SENAI/CE, surge a partir da necessidade de um modelode desenvolvimento que integre academia e empresa, governo e sociedade, com vistas à geração de um ecossistema propício à inovação. Dentre os projetos abrigados pelo Uniempre encontram-seos Polos Regionais de Inovação Industrial e o Programa Agentes de Inovação.

Serviço:
 Solenidade de inauguração da Casa da Indústria do Cariri
        Local: SENAI – Centro de Formação Profissional Walderílio deCastro Cãmara
      Endereço: Avenida Leão Sampaio, 839 – bairro Triângulo – Juazeiro do Norte
         Horário: 15h

Solenidades de instalação do Polo Regional de InovaçãoIndustrial do Cariri e de Posse da diretoria do Sindindústria – Quadriênio 2014 – 2018

Local: Salão Iu-á Hotel
Endereço: Rua Arnóbio Barcelar Caneca, 800 – Bairro Lagoa Seca – Juazeiro do Norte.
Horário: a partir das 16h

JUAZEIRO DO NORTE: 100 ANOS DE CIDADE E DE COMARCA

JUAZEIRO DO NORTE:
100 ANOS DE CIDADE E DE COMARCA

Infelizmente o Poder Público não soube comemorar à altura do merecimento o Centenário da elevação da vila de Juazeiro à categoria de cidade e comarca de primeira entrância, conforme mostram as leis transcritas abaixo

LEI Nº 1178 DE 23 DE JULHO DE 1914
Eleva à categoria   de cidade a villa de Joazeiro.
O povo do Estado do Ceará, por seus representantes, decretou e eu promulgo a seguinte lei:
Art. 1.—Fica elevada à categoria de cidade a villa de Joazeiro.
Art. 2.—Revogam-se as disposições em contrário.
Palácio da Presidência do Ceará, em 23 de Julho de 1914.
Benjamin Liberato Barroso 
Gustavo Dodt Barroso

LEI Nº 1177 DE 23 DE JULHO DE 1914
Eleva à comarca de primeira entrância o termo de Joazeiro, da Comarca do Crato.
O povo do Estado do Ceará, por seus representantes, decretou e eu promulgo a seguinte lei:
Art. 1.— Fica elevado á comarca de primeira entrância o termo de Joazeiro, da comarca do Crato, fazendo parte da mesma o termo de São Pedro do Crato.
Art. 2.—Fica o Governo autorisado a abrir o credito necessário á effectividade da presente lei, que entrará em vigor desde a data de sua publicação.
Art. 3.—Revogam-se as disposições em contrario.
O Secretario de Estado dos Negócios da Justiça e Segurança Publica a faça publicar.
Palácio da Presidência do Ceará, em Fortaleza, 23 de Julho de 1914.

Benjamin Liberato Barroso 
Dr. Jose' Lino da Justa.













Parabéns, Juazeiro!