sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Livro sobre Dr. Possidônio Bem será lançado neste sábado no Memorial Padre Cícero

Neste sábado 29 será lançado no Memorial Padre Cícero, às 20 h, o livro sobre Dr. Possidônio Bem escrito pelo engenheiro Mário Bem Filho. A obra é uma homenagem a um dos mais humanitários médicos que clinicaram em Juazeiro do Norte. Aqui ele trabalhou no antigo Posto de Tracoma que funcionou durante muito tempo onde hoje é a Praça José Sarnei e no seu consultório na Rua São Francisco. Dr. Possidônio também foi político, tendo sido eleito deputado estadual pelo estado de Pernambuco (onde nasceu) e ocupou o cargo de Interventor de Juazeiro do Norte de 30 de junho de 1943 a 11 de junho de 1945. Foi convidado para disputar as eleições como candidato a prefeito desta cidade, mas não aceitou, preferindo continuar sua carreira de médico. Conheça mais sobre a vida deste ilustre médico e político lendo o livro de Mário Bem que será lançado neste sábado no Memorial Padre Cícero.



O autor
Mario Bem Filho natural de Jardim-Ceará, nascido aos 11 de maio de 1958; é o 8º filho do casal Mário da Silva Bem (falecido) e Maria Neli Couto Bem (prendas do lar). Engenheiro Civil graduado pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR), com Curso de Pós-Graduação em Engenharia Estrutural (UNIFOR) e Especialização de Gestão, Consultoria e Elaboração de Projetos pela Universidade Regional do Cariri (URCA). É engenheiro concursado pertencente ao quadro técnico da Secretaria de Infraestrutura, de Juazeiro do Norte. Foi Diretor do Dpto. de Controle Urbanístico, Diretor do Dpto. de Obras e Viação, Presidente da Comissão de Licitação e Secretário de Infraestrutura de Juazeiro do Norte, tendo ocupado a citada pasta por três vezes; interinamente ocupou a paste de Serviços Públicos e Melo Ambiente. Foi Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, além de Presidente da Comissão de Licitação do Município de Barbalha, Ceará; ocupou a pasta de Secretário Adjunto de Infraestrutura do Município de Juazeiro do Norte. Ocupa atualmente o cargo em comissão de Secretário Executivo, da Secretaria da Cidade - SECID, do Município de Juazeiro do Norte.
É autor das seguintes publicações: Juazeiro do Norte - Seu Espaço Físico (1" edição 1999 / 2ª edição 2001 / 3ª edição 2007); Coautor de dois volumes de Dados Biográficos - dos homenageados em logradouros públicos de Juazeiro do Norte(2000); Formação Religiosa de Juazeiro do Norte (2002); Mapa Urbano de Juazeiro do Norte, na escala de 1:10.000 (2.003) e 1:12.500 (2.008/2.009/2.011) e Origem e Formação das Famílias Couto e Bem (2003); O legado do Casal Mário da Silva Bem e Maria Neli Couto Bem (2013). 
Como artista plástico é autor dentre outras das seguintes telas: Padre Cícero e a Igreja, óleo sobre tela (2,15 x 1,00); Padre Cícero entre amigos, óleo sobre tela (1,60 x 1,00); Trincheira, óleo sobre tela (1,75 x 1,40); Presépio, óleo sobre tela (1,40 x 1,10),Santa Ceia, óleo sobre tela (1,85 x 1,10) e Via Sacra, óleo sobre tela, 15 telas (0,40x0,50).

Contatos:
mariobemmb@hotmail.com
Telefones: 88 3511 1950 ou 3511 2010

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Festival de Quadrilhas fora de época acontece a partir da próxima quinta-feira em Juazeiro

A Secretaria de Cultura e Romaria de Juazeiro do Norte realizará um grande Festival de Quadrilhas Juninas fora de época, contando com a participação de 14 grupos que concorrem nas categorias: adulto e infantil. O evento acontecerá no Ginásio Poliesportivo, a partir das 18h, nos dias 27, 28 e 29.

De acordo com a organização do festival, o mesmo tem como objetivo fortalecer, valorizar e difundir uma das mais populares manifestações culturais do Município e do Estado, envolvendo aproximadamente três mil pessoas, entre adultos e jovens estudantes, que durante todo o ano se preparam para os festejos.

A titular da pasta, Marli Bezerra, lembra que a Secrom enaltece o movimento junino e cumpre seus princípios de apoiar, fortalecer e preservar a Cultura Popular, além de identificar valores e proporcionar desenvolvimento humano e inclusão social desses jovens. Ela destaca ainda que as quadrilhas estarão concorrendo a premiações e troféus.

A programação terá inicio com a apresentação dos grupos: Quadrilha do Gil (infantil), Gonzagão, Arraiá do Girassol e Xamego Nodestino. Já no segundo dia, será a vez das quadrilhas: Tabuleiro Grande, Matutino Junior, Estrela Nordestina, Agremiação Junina e Junina Paixão Cariri. No último dia, se apresentam Pinga Fogo, São Domingo Junior, Quadrilha do Gil, Nação Nordestina e Rochedo Matutino.


--
Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Juazeiro do Norte
Telefone: (88)3566-1029
E-mail: imprensa.juazeiro@juazeiro.ce.gov.br
facebook.com/JuazeiroCEGov - twitter.com/JuazeiroCeGov

domingo, 23 de agosto de 2015

Falecimento de Gilberto Grangeiro Pereira

Faleceu na manhã de hoje em Juazeiro, aos 78 anos, o Sr. Gilberto Grangeiro Pereira.  O corpo está sendo velado no Anjo da Guarda. Durante muito tempo Gilberto trabalhou com seu pai, José Pereira Gil, na tradicional Perfumaria Padre Cícero. Graças ao seu dinamismo profissional e tino  administrativo prosperou e passou a ter seu próprio negócio, fundando a Perfumaria São José, localizada na Rua São Paulo, também muito conhecida no comércio juazeirense. O sepultamento será amanhã, 24 de agosto, às 17 h, no Memorial Parque das Flores, nesta cidade, logo após a celebração da missa que acontecerá no Centro de Velório Anjo da Guarda. 

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Coletânea poética de José Rodrigues Filho

José Rodrigues Filho está com um novo livro. Agora é uma coletânea poética publicada em Salvador. BA. São 33 poemas em que o autor demonstra como variou sua abordagem criativa do verso romântico -fase inicial de sua trajetória como Vate -para o verso social - período em que se posicionou contra a ditadura militar - e o retorno a Poesia romântica, na fase atual. O livro está à venda em Juazeiro no Livraria Nobel. 

O autor
Agrônomo, escritor e poeta, Jose Rodrigues Filho é natural do município de Bezerros-PE. Concluiu o primário e o científico, na cidade de Juazeiro do Norte. Foi Redator-chefe do Jornal 0 DALA, do Diretório Acadêmico Landulfo Alves da U.F.Ba., do Informativo Komunikando da EMATERBA, e colaborador do jornal da AEABA -Associação de Engenheiros Agrônomos da Bahia. É autor do livro Cariri/Agreste e de vários folhetos da Literatura de Cordel: Diretas Já; A Primeira Greve na EMATERBA; S.O.S. Aposentados; Mudança do Topônimo de Juazeiro do Norte para Juazeiro do Padre Cicero; Caminhos para a Agricultura; Caminhos para a Pecuária; Leitura: A Chave para o Conhecimento; e Saudade das Vaquejadas. Atualmente, esta empenhado em desenvolver uma trama abrangendo as lutas e crenças dos sertanejos nordestinos, e sua submissão ou revolta contra o latifúndio, o governo, e  o Clero.
E-mails:
rodriguesmen@hotmail.com 
rodriguesvilao@vahoo.com.br

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Folha de Juazeiro 46 anos de existência

O jornal Folha de Juazeiro foi fundado em 17 de agosto de 1969 por Assis Sobreira e o saudoso jornalista Jackson Pires Barbosa (falecido dia 08 de agosto de 2006), que esteve à frente do periódico até o seu falecimento, Assis a muitos anos reside em Fortaleza. O cordelista e xilogravurista Abraão Batista, foi autor do primeiro editorial do jornal,  intitulado “Marcado para Morrer”, pois à época a cidade já tinha sepultado inúmeros periódicos.  Hoje, a Folha que chegou ao Nº 315 é editado pela viúva de Jackson, Maria Ana Silva Barbosa (Zuzinha) e seu filho Bernardo Neto (Marujo), que apesar das dificuldades, mas, com o apoio dos colaboradores, parceiros comerciais e leitores tem a responsabilidade de não deixar a Folha Cair, e de continuar sendo incentivadora da cultura e da vida socioeconômico da cidade do padre Cícero e região caririense.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015


Maria Nely Sobreira da Silveira - Irmã Nely - Nasceu no sítio Brejo Seco, em Juazeiro do Norte, no dia 14 de agosto de 1925. É filha de  João Alexandre da Silveira e Cecilia Gonçalves Sobreira, ambos falecidos. Nely iniciou seus estudos numa escola particular do sitio Brejo Seco, no ano de 1932, sendo sua primeira professora, a saudosa Carolina Moreira Dias. Em 10 de dezembro de 1946, recebeu na Escola Normal Rural de Juazeiro do Norte, o diploma de professora. Em 1° de Janeiro de 1947, foi convidada pela Profa. Amália Xavier de Oliveira para integrar no quadro de professores da mencionada escola. Com a realização das eleições do ano de 1947, foi eleita Vereadora pelo Partido Social Democrático (PSD) para o triênio 1948-1949-1950. Entretanto, não chegou a concluir o mandato que o povo lhe outorgou, pois em 1° de julho de 1948, quando da inauguração do Dispensário Nossa Senhora das Dores, apresentou-se como candidata a Congregação das Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado. Neste mesmo dia comunicou ao seu irmão Jose Sobreira da Silveira e a sua mãe, sua decisão de ingressar naquela Ordem. O que efetivamente aconteceu no dia 1° de julho de 1949.
Em 10 de julho do referido ano, viajou para Campinas, São Paulo, em companhia do Mons. Dr. Manuel Correia de Macedo e de outras postulantes. No dia 15 de setembro de 1949, recebe o hábito de noviça. E no dia 15 de setembro de 1951, retorna a cidade de Juazeiro do Norte, já como Irma Nely, onde é recebida carinhosamente por sua família, quando passa a residir no Dispensário Nossa Senhora das Dores, onde permanece ate hoje.
Por ocasião do Dia Internacional da Mulher, em 08 de março de 1997, recebeu no Plenário da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, uma placa de prata em sua homenagem.
Aos 31 de dezembro de 1998,  Irmã Nely comemorou 50 anos de dedicação  ao Evangelho, e a Irmandade de Jesus Crucificado. Ela fez um belíssimo trabalho social à frente do Dispensário Nossa Senhora das Dores. Seu trabalho ainda se estende às famílias carentes do Bairro Limoeiro, num verdadeiro testemunho evangélico.
Ela é uma das estrelas da constelação juazeirense. E um astro humano em movimento no tempo e no espaço. Por isso é merecedora nesta data em que comemora seus 90 anos de existência das mais justas homenagens de Juazeiro pelo seu edificante e abnegado trabalho em prol das famílias carentes do Bairro do  Limoeiro. (Raimundo Araújo)

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Diocese ordena três padres e dois são de Juazeiro

O mês de agosto é denominado pela Igreja Católica como o mês das vocações sacerdotal, familiar, religiosa e leiga. Na primeira semana é lembrada a vocação sacerdotal, com reflexões sobre a sua importância para a Igreja e roga-se ao Senhor da messe para que envie operários de modo que não faltem padres para cuidar das mais diversas comunidades espalhadas pelo Brasil.
A Diocese do Crato empenhada no cumprimento do que pede a Igreja ordenará no próximo dia 04, na Sé Catedral de Nossa Senhora da Penha na cidade de Crato-CE, três presbíteros, dois da cidade de Juazeiro do Norte e um da cidade de Aurora. A solene concelebração acontecerá às 16h.
A Paróquia do Menino Jesus de Praga sente-se honrada e feliz com a ordenação de Pe. Toninho (Antônio Romão Gomes Filho), que participou do desabrochar de sua vocação para Deus quando coroinha. Os paroquianos vibram e se rejubilam com os familiares e com a comunidade do fruto gerado nesta Paróquia.
A sua primeira missa nesta paróquia acontecerá no próximo dia 6, quinta-feira, às 19h. E será também a sua primeira bênção com o Santíssimo Sacramento. É momento de muito louvor e de graças para esta comunidade que tem como padroeiro o Menino Jesus de Praga. Aos neo-presbíteros um caminho de luz, de fraternidade a caminho da santidade. (Tereza Neuma)

quarta-feira, 29 de julho de 2015

1º ENCONTRO DE SABERES DO PROJETO TERRITÓRIOS CRIATIVOS CARIRI

A Universidade Federal Fluminense em parceria com o Ministério da Cultura, através da Secretaria de Políticas Culturais, realiza na região do Cariri, na cidade de Juazeiro do Norte, o 1º ENCONTRO DE SABERES DO PROJETO TERRITÓRIOS CRIATIVOS CARIRI no período de 30 de julho a 1 de agosto do ano em curso.
O Encontro é uma amostra do que pretende o projeto Prospecção e Capacitação em Territórios Criativos em nossa região, onde o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, Os Mestres e Brincantes da tradição, a Lira Nordestina e o Centro de Cultura Popular Mestre Noza, serão os focos de ações que possibilitarão sua visibilidade e potencialização de suas qualidades. 
Trabalhando com os mestres e artistas em suas mais diversas tipologias e manifestações, crianças, jovens e adultos terão contato com a arte e a cultura da região adentrando na linguagem da xilogravura, escultura em barro e madeira, literatura de cordel e principalmente na história da construção da cultura e artes caririenses, além de salvaguardar os saberes e fazeres de nossa gente.
O 1º ENCONTRO DE SABERES DO PROJETO TERRITÓRIOS CRIATIVOS CARIRI marca o início das ações de construção de conhecimento colaborativo do projeto Prospecção e Capacitação em Territórios Criativos da UFF em terras caririenses.

1º ENCONTRO DE SABERES DO PROJETO TERRITÓRIOS CRIATIVOS CARIRI
LOCAL: Praça da Capela de N. S. do Perpétuo Socorro
PROGRAMAÇÃO
09h  Oficinas gratuitas: 
Xilogravura (para jovens da ONG G.I.L.) – Oficineiros: Cícero Lourenço e Nilo Pereira 
Xilogravura (para crianças da E. E. F. José Marrocos) – Oficineiro: Cosmo Brás
Técnicas de escultura em madeira (aberto ao público) – Oficineiro: Adalberto Soares “Beto” *Inscrições até o dia 26/07 no e-mail: tc.cariri@gmail.com Locais: Centro de Cultura Popular Mestre Noza de 27 a 29/07 e Lona da Praça da Capela de N. S. do Perpétuo Socorro (Memorial) de 30/07 a 01/08.
16h30  Cortejo dos Grupos da Tradição Caririense - Bacamarteiros da Paz (Juazeiro do Norte), Maneiro Pau do Mestre Cirilo (Crato), Reisado São Luis (Juazeiro do Norte), Banda Cabaçal Padre Cícero (Juazeiro do Norte), Banda de Musica Municipal Padre Cícero (Juazeiro do Norte) e Quadrilhas Infantis: GIL, São Domingos, Matutino Junior, Tabuleiro Grande (Juazeiro do Norte)
Roteiro: Praça Padre Cícero (saída do cortejo), Rua São Pedro, Rua da Matriz, Pátio da Matriz de Nossa Senhora das Dores, Rua São José, Rua do Cruzeiro, Praça da Capela de N. S. do Perpétuo Socorro (Memorial);
17h30  Abertura: Mesa com autoridades da Região do Cariri e coordenadores do projeto Territórios Criativos
18h30  Mesa 1 – “Arte, Cultura e Religiosidade Popular” 
            Participantes: Wallace de Deus, Luitgarde Barros e Renato Dantas
            Mediador: Leonardo Guelman
20h  Terreirada: 
Abertura com os Bacamarteiros da Paz (Juazeiro do Norte)
Maneiro Pau do Mestre Cirilo (Crato)
Reisado São Luis (Juazeiro do Norte) 
Banda Cabaçal Padre Cícero (Juazeiro do Norte)
21h30  Abraço ao Padre Cícero ao som do Grupo de Incelências do Sitio Cabeceiras (Barbalha).

Dia 31/07 – Sexta-feira:
09h  Oficinas gratuitas: 
Xilogravura (para jovens da ONG G.I.L.) – Oficineiros: Cícero Lourenço e Nilo Pereira 
Xilogravura (para crianças da E. E. F. José Marrocos) – Oficineiro: Cosmo Brás
Técnicas de escultura em madeira (aberto ao público) – Oficineiro: Adalberto Soares “Beto” *Inscrições até o dia 26/07 no e-mail: tc.cariri@gmail.com Locais: Centro de Cultura Popular Mestre Noza de 27 a 29/07 e Lona da Praça da Capela de N. S. do Perpétuo Socorro (Memorial) de 30/07 a 01/08.
16h  Filme “Juazeiro – Documentário” (28’17”). Direção: Angela Mascelani e Lucas Van de Beuque – Museu Casa do Pontal 
16h30  Homenagem aos Mestres do Cariri: Antônio Aniceto – in memoriam (Banda Cabaçal – Crato), Aldenir (Reisado – Crato), Bigode (Maneiro Pau – Juazeiro do Norte), Cachoeira (Mateus - Juazeiro do Norte), Chico Caboclo (Maneiro Pau – Crato), Expedito (Banda Cabaçal – Juazeiro do Norte), João Bosco (Reisado – Juazeiro do Norte), Margarida da Conceição (Guerreira - Juazeiro do Norte), Mauricio (artesão do flandre e Mateus – Juazeiro do Norte), Seu Nego (Reisado de Congo – Barbalha), Tico (Reisado – Juazeiro do Norte), Zé Galego (Penitentes – Barbalha) 
17h30 Roda de Mestres – Conversa com os Mestres da tradição: dificuldades e potenciais para fortalecimento dos grupos 
19h30 Lançamento do Cordel produzido na Oficina Iniciação em Literatura de Cordel com as crianças da Comunidade Beneficente Zaíla Lavor – Oficineiros: Raul Poeta e José Edmilson “Zé Mutuca”
20h  Mesa 2 – “Uma mão lava a outra, as duas juntas fazem arte em Juazeiro” 
Participantes: Gilmar de Carvalho, Stenio Diniz, Zé Lourenço, Adalberto Soares “Beto” 
Mediador: Wallace de Deus
 21h30  Terreirada:  
Maneiro Pau Mestre Bigode (Juazeiro do Norte) 
Coco das Batateiras (Crato)   
Reisado de Couro (Barbalha)

Dia 01/08 – Sábado 
09h  Oficinas gratuitas: 
Xilogravura (para jovens da ONG G.I.L.) – Oficineiros: Cícero Lourenço e Nilo Pereira 
Xilogravura (para crianças da E. E. F. José Marrocos) – Oficineiro: Cosmo Brás
Técnicas de escultura em madeira (aberto ao público) – Oficineiro: Adalberto Soares “Beto” *Inscrições até o dia 26/07 no e-mail: tc.cariri@gmail.com Locais: Centro de Cultura Popular Mestre Noza de 27 a 29/07 e Lona da Praça da Capela de N. S. do Perpétuo Socorro (Memorial) de 30/07 a 01/08.
15h  Filme “Uma história da Terra” (34’22”). Direção: Jefferson de Albuquerque Jr. 
15h30  Mesa 3 – “Caldeirão: Resistência e Reexistência” 
Participantes: Sávio Cordeiro, Dani de Jade e Maria Loureto de Lima
Mediador: José Carlos da Silva
19h  Mesa 4 – “Política Públicas” 
Participantes: Marli Bezerra (Secretária de Cultura de Juazeiro do Norte), Dane de Jade (Secretária de Cultura do Crato), Antônio de Luna (Secretário de Cultura de Barbalha)
Mediador: Leonardo Guelman 
20h30 Terreirada  
Mostra de Quadrilhas Infantis de Juazeiro do Norte (Organização Ponto de Cultura G.I.L. – Gente Integrada a Luta)
Quadrilha Infantil do GIL 
Quadrilha Infantil São Domingos
Quadrilha Infantil Matutino Junior
Quadrilha Infantil Tabuleiro Grande

Dia 30/07, 31/07 e 01/08
EXPOSIÇÃO ANJOS – Di Freittas 

FICHA TÉCNICA
Realização: Universidade Federal Fluminense, Secretaria de Políticas Culturais/ Ministério da Cultura
Territórios Criativos - Cariri
Coordenação: Leonardo Guelman
Coordenação Local: Renato Dantas
Bolsista de pós-graduação: Vileci Vidal
Bolsista de graduação: Humberto Germano
Consultor: Bernardo Marques
Agentes locais: Bruno Elias, Di Freitas, Karla Alves, Simone Oliveira

1º Encontro de Saberes do Projeto Territórios Criativos Cariri
Coordenação Geral: Leonardo Guelman e Renato Dantas
Produção: Bernardo Marques, Di Freitas, Gisella Chinelli, Humberto Germano, Juliana Amaral
Produção oficinas: Bruno Elias, Simone Oliveira
Programação visual: Márcia Santos
Assessoria de imprensa: Geisa Maria
Arte capa: José Lourenço
Registro audiovisual: João Fanara

Agradecimentos
Antônio de Luna, Dane de Jade, Marli Bezerra, Elane Lavor, Sérgio Magalhães,  Josiel Bernardo, Goretti Amorim, Panticola, Luciana de Medeiros, Zuleide Barros - Leda, Jefferson de Albuquerque Jr, Luciana Dantas, Sávio Cordeiro, Seu Vicente, 2º BPM Juazeiro do Norte, Assentamento 10 de abril, Associação dos Artesãos do Padre Cícero, AXARCA, AVBEM, Comunidade Beneficente Zaila Lavor, DEMUTRAN, E.E.F. José Marrocos, E.E.I.F. Padre Cícero, Guarda Municipal de Juazeiro do Norte, Jornal Diário do Nordeste, Museu Casa do Pontal, ONG G.I.L., Prefeitura Municipal de Barbalha, Prefeitura Municipal do Crato, Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, SECROM Juazeiro do Norte, SECULT Barbalha, SECULT Crato, SEMASP, UFCA, URCA. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Festa de Senhora Sant´Ana no Brejo Seco

Em meio a grande regozijo por parte dos devotos foi encerrada ontem a Festa de Senhora Sant´Ana no Bairro Brejo Seco I, pertencente à Paróquia Menino Jesus de Praga.  O ponto culminante das comemorações foi a celebração da Santa Missa oficiada pelo pároco Padre Cícero Leandro Cavalcante. A programação começou no dia 17 de julho. 
A festa de Sant´Ana em 26 de julho, de cada ano, encerra o ciclo das festas do folclore e fogueiras de figuras bíblicas. 

HISTÓRICO DA CAPELA
No final do século XVIII, no Brejo Seco, Juazeiro do Norte,  nas terras do Sr. Raimundo de Sá Barreto (Pai Mundo), o casal Sr. João Severino Ferreira e a Sra. Maria da Conceição Araújo, devotos de Sra. Sant'Ana, idealizaram para a santa um Quarto de Orações, onde aconteceram muitos atos religiosos: Missas, Novenas, Orações, Batizados, Primeira Eucaristia e Casamentos. Passado o tempo, em 1932, o filho e herdeiro de Pai Mundo o Major Gonçalo Parente de Sa Barreto, por ocasião da grande seca, em prece ao Mártir São Sebastião, pediu que se não morresse de fome nem de sede um só ente querido, nem animal algum em suas terras construiria ao Santo Militar uma Capela. Foi plenamente atendido e a construção teve inicio no ano de 1940, sob o empenho e união fraterna de todos os proprietários do Sitio Brejo Seco: Nicácio Parente de Sá Barreto, Libânia de Sá Barreto e João Romão de Sá Barreto, que junto à comunidade construíram a Capela no Sitio Brejo Seco II, Aeroporto. Devido a ampliação do Aeroporto, a Capela precisou dali ser removida. Então, a Sra. Maria da Penha Romão de Sa Barreto (D. Benha), em 1980 doou o terreno para a Capela do Brejo Seco I, com total apoio de suas filhas, principalmente, de Maria Geli de Sá Barreto, que durante muitos anos entregou-se com maestria a organização desta Capela, contribuindo, assim, para o desenvolvimento espiritual da nossa comunidade. Todos os bens existentes naquela Capela foram trazidos para esta.
Parabéns aos idealizadores, construtores e defensores da Capela de ontem, de hoje e de sempre. (Antônio Alves dos Santos)

Missa da Esperança de Dona Neuza Lustosa

Do meu amigo Cel. Tadeu Lustosa  recebo e transmito a informação de que a Família de Maria Neuza Lustosa de Brito (sua mãe)  convida parentes e amigos para a Missa da Esperança que será celebrada em sufrágio da sua alma no dia 29 de julho, quarta-feira, às 19 h na Igreja do Sagrado Coração de Jesus.

FIEC promove cursos para empresários do setor produtivo em Juazeiro do Norte

O Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), da Confederação Nacional das Indústrias, está com inscrições abertas para os cursos “Como atender fiscalização do trabalho?”, “Como prevenir problemas ambientais?” e “Como lidar com as NRs que mais impactam a indústria?”, em Juazeiro do Norte. Os cursos são uma parceria entre a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

O curso “Como atender fiscalização do trabalho?”, com o consultor Antônio Raimundo de Castro, advogado trabalhista, sindical e previdenciário, apresenta os procedimentos legais e as principais questões para lidar com a fiscalização do trabalho, mostrando quais cuidados as empresas devem tomar ao receber o fiscal do trabalho e quais documentos podem ser exigidos. Será realizado nesta terça-feira (28/7), das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30, no Auditório do SENAI de Juazeiro.

No dia 30 de julho, acontece o curso “Como prevenir problemas ambientais?”, que vai apresentar as vantagens da regularização ambiental para a empresa; tratar de temas como obter licença ambiental para uma indústria que já está funcionando e como os empresários podem defender as melhorias na legislação ambiental. O curso será com o engenheiro arquiteto, Marco Antônio Fernandez, das 08h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30, no SENAI de Juazeiro.

Para apresentar as Normas de Saúde Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho, no dia 31 de julho de 2015, acontece o curso “Como lidar com as NRs que mais impactam a Indústria?”, com o consultor nas áreas de segurança e higiene do trabalho, Clayton Luiz Castro. O curso também acontece no Auditório do SENAI de Juazeiro, das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30.

Empresas filiadas ou não à FIEC podem se inscrever nos cursos.

SERVIÇO
“Como atender a fiscalização do trabalho?”
Data: 28 de julho de 2015
Horário: das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30
Local: Auditório do SENAI JUAZEIRO (Av. Leão Sampaio, 839 – Triangulo)
“Como Prevenir Problemas Ambientais?”
Data: 30 de julho de 2015
Horário: das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30
Local: SENAI JUAZEIRO (Av. Leão Sampaio, 839 – Triangulo)
“Como lidar com as NRs que mais impactam a indústria?”
Data: 31 de julho de 2015
Horário: das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30
Local: SENAI JUAZEIRO (Av. Leão Sampaio, 839 – Triangulo)

Mais informações e inscrições: fiec.cariri@sfiec.org.br/pdace@sfiec.org.br
Fone: (88)3571.2030/(88)99999.7181
Informações para a Imprensa
Gerência de Comunicações - SFIEC
(85) 3421 5435 / (85) 3421 5434
Confira as notícias da indústria cearense no FIEC Online.
Facebook: www.facebook.com/SistemaFIEC.
Twitter: www.twitter.com/FiecOnline.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Apontamentos para a história política de Juazeiro do Norte

No momento em que Juazeiro do Norte atinge 104 anos de emancipação política (2015) apresentamos este trabalho mostrando algumas curiosidades históricas sobre a política juazeirense. Este ano a data ocorre com o prefeito eleito, Raimundo Macedo, afastado por ordem judicial, estando no exercício o vice, Luiz Ivan Cruz Bezerra. Por falta de recursos o prefeito em exercício resolveu suspender solenidade envolvendo gastos sem a necessária cobertura, uma medida que foi acatada pela população. 

INICIO DA HISTÓRIA POLÍTICA DE JUAZEIRO 
Cronologicamente a história política de Juazeiro começa no dia  16 de agosto de 1907 com a circulação de  um boletim conclamando a população do povoado  para “uma reunião cívica, sem cor política” em prol da independência do povoado de Juazeiro (ou Joaseiro como era grafado naquela época) desmembrando-se da tutela da cidade do Crato. O boletim apresentava o seguinte teor.   

“BOLETIM. Ao povo de Juazeiro. Domingo próximo, 18 de agosto de 1907, ao meio-dia, realizar-se-á uma reunião cívica, sem cor política, em casa do prestimoso cavalheiro major Joaquim Bezerra de Menezes, devendo tratar-se do engrandecimento desta florescente povoação. É absolutamente desnecessário declarar que a reunião, visando somente um fim patriótico, deve contar com o vosso franco e decidido apoio, pois em falando-se de melhoramento a este torrão abençoado, tão querido, fostes sempre animado pela chama de um acrisolado patriotismo. É chegado o momento de pugnarmos com alta energia e valor pela nossa elevação social, elevando Juazeiro à categoria de Município, aumentando assim a importância de toda zona do Cariri que bem merece os vossos serviços para chegar ao grau de prosperidade de que é digno. Tenhamos confiança no futuro e podemos aguardar os louros de uma esplendente vitória. À reunião. Juazeiro, 16 de agosto de 1907”.

 Há fortes indícios de que o autor do boletim acima foi o padre Alencar Peixoto, que havia chegado ao povoado há poucos dias. 
A reunião referida no boletim acima transcrito aconteceu no dia previsto, mas não teve grande repercussão devido ao pequeno número de participantes, entre os quais  Joaquim Bezerra de Menezes, João Bezerra de Menezes, José André de Figueiredo, Francisco Néri da Costa Morato, Manuel Vitorino, Cincinato Silva, padre Alencar Peixoto e outros. Padre Cícero, nesse primeiro momento, não apareceu.  
Embora tenha sido o pai da ideia de emancipação política e muito ter feito pela sua cidade, Juazeiro até agora não foi grato ao Major Joaquim Bezerra de Menezes. Não existe aqui nenhuma homenagem em seu nome. 
Desanimado com a falta de apoio a sua ideia de emancipação política de Juazeiro o major foi morar no Crato. 

INTENDENTES, INTERVENTORES E PREFEITOS
Durante seus 104 anos de emancipação política o município teve quase cinquenta gestores municipais com as denominações de intendente, interventor e prefeito. Antigamente o gestor municipal era chamado de intendente. Tal denominação permanece até 1930, quando, com a Revolução de 1930 e o início da Era Vargas, cria-se a figura do prefeito e institui-se a "prefeitura". 

O PRIMEIRO INTENDENTE
Padre Cícero
O primeiro gestor municipal de Juazeiro, com o nome de intendente, foi o Padre Cícero Romão Batista, nomeado no dia 3 de outubro de 1911 pelo Presidente do Estado, Cel. Antônio Pinto Nogueira Accioly, cuja posse ocorreu no dia 4 de outubro de 1911. Antigamente os gestores municipais não eram eleitos pelo povo e sim indicados pelo presidente do estado, que depois passaram a ser chamados de governadores. Não existia o cargo de vice-intendente, assim,  quando o intendente se afastava assumia seu secretário de administração ou secretário-geral 






O PRIMEIRO PREFEITO ELEITO
José Geraldo
O prefeito, a partir da Constituição de 1934, passa a ser escolhido pelo povo. Em Juazeiro, oficialmente, o primeiro prefeito eleito foi José Geraldo da Cruz, cujo mandato foi de 29 de março de 1936 a 10 de novembro de 1937. Sendo assim, para falar de acordo com a legislação, Padre Cícero nunca teve o título oficial de prefeito de Juazeiro e sim de intendente.








O PRIMEIRO VICE-PREFEITO
Antônio Ribeiro
O cargo de vice-prefeito só veio aparecer na história política local na eleição de Dr. Antônio Conserva Feitosa (1959) que teve como seu vice-prefeito o empresário Antônio Ribeiro de Melo. Nessa eleição ocorreu um fato inédito na política juazeirense. O candidato a vice-prefeito da chapa adversária, José Gonçalves de Almeida,  não foi eleito, porém teve mais votos do que o candidato a prefeito da sua chapa.

GESTORES COM  MAIS DE UM MANDATO
Padre Cícero, José Geraldo da Cruz, João de Pinho,  Porfírio Lima Filho, Antônio Conserva Feitosa, José Monteiro de Macedo, Mauro Sampaio, Manuel Salviano, Carlos Cruz e Raimundo Macedo.



GESTOR COM  MAIOR TEMPO DE MANDATO: Padre Cícero (de 1911 a 1926)

INTERVENTORES:
Até hoje Juazeiro teve os seguintes interventores: João de Pinho, Zacarias Albuquerque, José Geraldo da Cruz, Cel. Francisco Neri da Costa Morato, Antônio Gonçalves Pita, Possidônio da Silva Bem, Antônio Conserva Feitosa, José de Sousa Menezes, Vicente Bezerra, Porfírio de Lima Filho, José Monteiro de Macedo e Capitãol. Francisco Erivano Cruz.

INTERVENTOR COM MAIOR TEMPO DE MANDADO:
Cel. Antônio Gonçalves Pita. De 11 de novembro de 1937 a 30 de junho de 1943.

INTERVENTOR COM MENOR TEMPO DE MANDATO:
José de Sousa Menezes: apenas oito dias.

GESTOR QUE MAIS VEZES ASSUMIU COMO INTERVENTOR: 
José Geraldo da Cruz: três vezes

PRIMEIRO GESTOR DEPOSTO:
O primeiro gestor deposto da história política de Juazeiro foi justamente o seu primeiro intendente, Padre Cícero Romão Batista. Antigamente era comum o presidente do estado (depois denominado governador) eleito demitir os gestores municipais que não eram do seu partido, substituindo-os por interventores a seu bel prazer. 

GESTORES QUE NÃO ASSUMIRAM: 
José André de Figueiredo, Alfeu Ribeiro Aboim, José Ferreira de Menezes. 
José André não assumiu por motivo nunca esclarecido, embora tenham surgidos fortes indícios de que foi obra de Dr. Floro Bartholomeu da Costa. Alfeu Ribeiro Aboim não assumiu porque mudou de partido logo após a eleição, tendo recebido forte demonstração de repúdio da população. Amedrontado, preferiu renunciar. José Ferreira de Meneses foi eleito, mas impedido de assumir em virtude da Revolução de 30. 

VICE-PREFEITO QUE ASSUMIU MAIS VEZES: José Teófilo Machado, como vice de Humberto Bezerra e de Mauro Sampaio. 
José Roberto Celestino como vice de Santana também assumiu muitas vezes, mas dentro do mesmo mandato. 

VICE-PREFEITO QUE  SE ELEGEU PREFEITO: Até hoje somente Raimundo Macedo.

MÉDICOS PREFEITOS: Até hoje Juazeiro teve oito prefeito médicos: Possidônio da Silva Bem, Antônio Conserva Feitosa, Mauro Castelo Branco Sampaio, Mozart Cardoso de Alencar, Manuel Salviano Sobrinho, Ailton Gomes de Alencar, Raimundo Macedo e Manuel Santana.


         CÂMARA MUNICIPAL
Os primeiros vereadores de Juazeiro, quando ainda não existia oficialmente o nome de Câmara Municipal e sim de Conselho Municipal, foram: Major Fenelon Gonçalves Pita, João Bezerra de Menezes, José Eleutério de Figueiredo, Raimundo Nonato de Oliveira, Tenente-coronel Cicinato José da Silva, Manoel Vitorino da Silva, Ernesto Rabelo e Cel. Fausto da Costa Guimarães. 

O primeiro presidente da Câmara Municipal de Juazeiro ainda com o nome de Conselho Municipal foi Dr. Floro Bartholomeu da Costa. Essa informação, porém, carece de confirmação oficial. Dr. Floro não deixou nenhum escrito em que menciona sua passagem pela Câmara Municipal. 

Os presidentes que exerceram o maior número de mandato foram José Alves de Souza (Cazuza Alves), Raimundo Sá e Sousa e José de Amélia Junior que  foram  eleitos 3 vezes cada um. 

Solange Cruz
A primeira mulher presidente foi Solange Tenório Cruz, eleita para o período 1995/96.












Dona Guidinha e Irmã Neli
As primeiras vereadoras eleitas foram Irmã Neli Sobreira e Margarida Pereira Lima, mais conhecida como Dona Guidinha, uma parteira de renome. Ambas foram eleitas para o período 1948/50. Mas Irmã Neli afastou-se do cargo para seguir a carreira religiosa em que está até hoje. Dona Guidinha continuou e exerceu dois mandatos. 

O vereador que teve maior número de mandatos foi: Raimundo Sá e Sousa, exatamente 11 legislaturas em 46 anos de exercício. Se tivesse sido eleito para mais um mandato teria completado 50 anos como vereador. 

Vereadores que conseguiram se eleger prefeito: João Bezerra de Menezes, José Eleutério de Figueiredo,  Orlando Bezerra de Menezes, Mozart Cardoso de Alencar, Carlos Cruz  e Manuel Santana

OUTRAS CURIOSIDADES POLÍTICAS DE JUAZEIRO
Adauto, Xavier e Humberto
O primeiro deputado estadual filho de Juazeiro foi  Cel. Adauto Bezerra de Menezes.
O primeiro deputado federal filho de Juazeiro foi o Dr. Antônio Xavier de Oliveira, mas foi eleito pelo Rio de Janeiro. O primeiro deputado federal filho de Juazeiro eleito por sua terra natal foi Cel. Humberto Bezerra de Menezes.





Alacoque e Gorete
A primeira mulher filha de Juazeiro a exercer o cargo de senador foi a professora Maria Alacoque Bezerra de Menezes.
A primeira mulher filha de Juazeiro a se eleger deputada estadual e também deputada federal foi a Dra. Gorete Pereira. 







Dr. Floro
O primeiro deputado estadual e também deputado federal representante de Juazeiro foi Dr. Floro Bartholomeu da Costa. Ele era baiano. 

Até hoje nenhuma mulher se elegeu para o cargo de prefeito de Juazeiro. A vereadora Solange Tenório quando presidente da Câmara Municipal assumiu interinamente o cargo de prefeita de Juazeiro no governo de Manuel Salviano.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Juazeiro recebe dinheiro federal para drenagem. Confira

Os dados dos convênios aqui relacionados foram extraídos do SIAFI, no dia 12/07/2015. Caso deseje saber o total liberado, consulte o detalhamento do convênio no Portal da Transparência

Os convênios do município de JUAZEIRO DO NORTE/CE que receberam seu último repasse no período de 06/07/2015 a 12/07/2015 estão relacionados abaixo:

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 653424
Objeto: DRENAGEM URBANA EM JUAZEIRO DO NORTE AREA 5 PARQUE TIMBAUBA BAIRROS GERALDO JOSE DA CRUZ PIRAJA ROMEIRAO LIMOEIRO
Órgão Superior: MINISTERIO DAS CIDADES
Convenente: MUNICIPIO DE JUAZEIRO DO NORTE
Valor Total: R$ 18.812.340,72
Data da Última Liberação: 07/07/2015
Valor da Última Liberação: R$ 231.817,08