terça-feira, 3 de maio de 2011

RAIMUNDÃO DEFENDE AÇÕES PARA O HOSPITAL SANTO INÁCIO NÃO SER FECHADO

     O Deputado Federal Raimundo Macedo prometeu fazer um pronunciamento na Câmara dos Deputados e até provocar uma reunião da bancada cearense no Congresso Nacional em defesa do Hospital Santo Inácio. Com cerca de 40 anos de atividades e bons serviços prestados à população salvando vidas no Cariri, o hospital dever ter suas portas fechadas no dia 7 de julho. O problema é financeiro, pois, atualmente, encontra-se sob a intervenção do município que pretende devolvê-lo aos proprietários.
      Raimundão dirigiu apelo à direção do hospital e ao próprio prefeito Manoel Santana no sentido de buscar a melhor solução o que, como observa, ainda existe tempo. Ele está disposto ainda a tratar com o governador Cid Gomes sobre o assunto, além do Secretário de Saúde do Ceará, Arruda Bastos, e até o Ministério da Saúde. O deputado caririense lamentou essa possibilidade do fechamento e considerou a necessidade da injeção de recursos para os juazeirenses não verem o hospital fechado.
       O funcionamento no Santo Inácio de um Centro de Infectologia de caráter regional com abrangência em 40 municípios foi lembrado por Raimundão acrescentando sobre a parceria com a Faculdade de Medicina de Juazeiro (FMJ) nas aulas práticas dos acadêmicos. 
Data – 04 de Maio de 2011
Assessoria de Imprensa
Contatos com Raimundão: (88) 9644.3489 ou 8825.3001

Um comentário:

IDERVAL TENÓRIO/DRA VIRGINIA TENORIO disse...

Amigos de Juazeiro do Norte, mais uma casa de saúde com dificuldades financeiras, fatos este que não traz surpresa para quem é do meio. A Saúde no país passa por uma das maiores crises de todos os tempos, não só em Juazeiro, mas em quase todas as cidades de médio porte a situação é a mesma, uma vez que as baixas remunerações, os altos custos e a precarização da saúde estão sucateando e muitas vezes matando serviços particulares que trabalham pelo SUS ou as entidades filantrópicas como as Santas Casas por este Brasil afora. Urge socorro não só para o Santo Inácio, mas para todos que labutam nestas mesmas condições.

Outro fato importante foi a abertura do H. Regional fazendo com que a Prefeitura abdicasse do Hospital municipalizando-o. Caros amigos um Hospital do porte do Santo Inácio na ótica do município seria um ralo, seria uma fábrica de despesas. Agora cabe as autoridades regionais partirem para a luta junto as três esferas governamentais. Município,Estado e País. Parebens para os que estão preocupados com esta causa e que vença o bom senso. Um abraço do amigo Iderval Reginaldo Tenório, sei que o povo precisa de mais SAÚDE.