quinta-feira, 9 de agosto de 2012

INTERIOR DO NORDESTE DEVE GANHAR NOVOS VOOS



Aeroporto de Patrolina
Quatro companhias aéreas vão construir novas rotas entre as cidades do interior e as capitais do Nordeste: Azul/Trip, Passaredo, Avianca e Voa Brasil, conforme acordado em reunião na terça-feira, dia 7, na sede da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em Recife. O centro das rotas (HUB) será a cidade de Petrolina (PE), onde acontecerão trocas de aeronaves. A próxima reunião acontecerá no dia 13 de setembro. A assessoria de Imprensa da Sudene informou que a construção das linhas aéreas nas cidades do interior entre si e com as capitais faz parte de um projeto maior que ainda será anunciado pela presidenta Dilma Rousseff. Os municípios que serão contemplados na primeira fase do projeto são: Imperatriz (MA), Parnaíba (PI), Juazeiro do Norte (CE), Petrolina (PE), Campina Grande (PB), Mossoró (RN), Paulo Afonso, Barreiras, Ilhéus e Porto Seguro (BA), Linhares (ES) e Montes Claros (MG). Na segunda etapa do projeto serão contemplados os municípios de Balsas (MA), Bananeiras e São Raimundo Nonato (PI), Arco Verde (PE), Jipoca e Aracati (CE), Patos (PB), Lençóis (MA), Vitória da Conquista e Luiz Eduardo Magalhães (BA). Também participaram da reunião secretários de turismo e representantes da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e de Bancos públicos como o BNB e BNDES. As quatro companhias que criarão os voos fazem parte do consórcio que atua na aviação executiva da região. O objetivo é estruturar uma malha aérea que permita a ligação direta entre todas as capitais nordestinas e algumas cidades do interior. O executivo da Sudene, Adonias Oliveira, informou que alguns dos pontos discutidos na reunião foram a necessidades como financiamento para a compra de novas aeronaves pelas empresas, melhoria na infraestrutura dos acessos e dos aeroportos; cumprimento da Lei do uso do Solo, protegendo os aeroportos de construção de imóveis próximos aos equipamentos; política de redução de tributos, em especial, dos combustíveis de aviação. A intenção é fazer com que essa nova malha aérea esteja sendo colocada em prática já na próxima estação de verão, no final deste ano, início de 2013. Um dos principais trunfos que serão expostos para as companhias aéreas será a pujança da economia do Nordeste, a segunda da América Latina e com imenso potencial de crescimento. 


Nota da Editoria:
Indiscutivelmente, o Aeroporto Internacional de Petrolina é a escolha acertada para este projeto de um centro de rotas pelo interior do Nordeste. Transcrevemos abaixo uma rápida síntese sobre este aeroporto. Gostaríamos também de enfatizar que não é mais perdoável a omissão de nossas classes política e empresarial sobre as melhorias que estão na pauta da atualização funcional do Aeroporto Regional do Cariri. Deixamos de pontuar coisas como acesso, ampliação da pista, módulos operacionais, estacionamento, etc, para não se tornar enfadonho sobre o que já tem sido mencionado ad nauseam. Juazeiro do Norte, como sede deste aeródromo, vai necessitar de grande apoio para esta empreitada, uma vez que é o terceiro na lista dos aeroportos nordestinos, como grande desempenho.  
O Aeroporto Internacional de Petrolina/Senador Nilo Coelho é um aeroporto que serve ao município de Petrolina, Lagoa Grande, Afrânio e Dormentes, em Pernambuco, e também ao município de Juazeiro, Casa Nova, Sobradinho e Curaçá, na Bahia. O Aeroporto de Petrolina possui a segunda maior pista de aterrissagem do Nordeste com 3.250 metros. Se firma como um dos principais do Nordeste, impulsionado pela produção do Vale do São Francisco, maior exportador de frutas do Brasil e responsável pela maior taxa de crescimento econômico da Região. São quatro as companhias aéreas que operam com voos regulares no aeroporto: a GOL Linhas Aéreas,TAM Linhas Aéreas, Avianca Brasil e a TRIP Linhas Aéreas. As obras, encerradas em outubro de 2004, também foram responsáveis pelo reforço asfáltico da pista e do pátio de aeronaves, ampliado para 18.212 metros quadrados, com cinco posições de estacionamento para aviões de grande porte. O terminal de cargas do Aeroporto de Petrolina, com dois mil metros quadrados, está preparado para atender a demanda de exportação de frutas da região. A estrutura é toda preparada para atender à produção perecível, com seis câmeras frigoríficas, com capacidade de armazenamento de 17 mil caixas cada uma, e dois túneis de resfriamento. O novo terminal de passageiros do Aeroporto de Petrolina – Senador Nilo Coelho é totalmente climatizado, com equipamentos de segurança modernos, como o circuito interno de TV e o sistema informativo de voo, além de 18 pontos comerciais dentro do conceito de Aeroshopping. O aeroporto tem lanchonetes, restaurante, lojas de artesanato e de produtos regionais, locadoras de veículos e terminal de saque eletrônico. (http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1254529)

2 comentários:

José Leite de Souza disse...

Não consigo entender porque as companhias aéreas TAM e TRIP ainda não chegaram a Juazeiro do Norte. O interessante é o aeroporto de Petrolina ter menos movimento no primeiro semestre de 2012 do que o Aeroporto de Juazeiro do Norte e operar com as duas Companhias. (Ver gráfico na Coluna de Renato Casimiro).

IDERVAL TENÓRIO disse...


O Sul do Ceará é considerado o Oásis do Nordeste.
Esta Região é chamada de O Cariri Cearense .

As três principais cidades que distam uma da outra uma média de 20km são.
1-Juazeiro do Norte com 300 mil habitantes,fundada pelo Padre Cícero
2-Crato 140 mil habitantes,a cidade que o Padre Cícero Nasceu no dia 24 de março 1844
3- Barbalha 80 mil habitantes as terras mais férteis do Ceará.

Hoje é um pólo Religioso devido o Padre Cícero Romão Batista em Juazeiro do Norte, é um polo Universitário devido as Universidades tanto Estadual-Federal e Particular, são mais de 120 Faculdades contando com três de Medicina. O Crato é uma cidade histórica e importante para o país,Barbalha agrega a escola de Medicina Federal e o pólo canavial da região ,Juazeiro do Norte é um misto de tudo que existe no Brasil, de tudo se faz,de relógios a aviões.

A Economia da Região: Pólo Educacional,Pólo Industrial bem desenvolvido,Pólo Agropecuário e grande Turismo Religioso.

Tem ligação com todo o Brasil através de um moderno Aeroporto Regional, 500 a 800mil passageiros por ano.

Nesta Região foi criado um moderno sistema de transporte interligando os dois principais municípios- Juazeiro do Norte e Crato. O METRÔ DO CARIRI,27 KILÔMETROS, UM SISTEMA RÁPIDO E BARATO E QUE ATENDE AS NECESSIDADES DA REGIÃO.VALE APENAS CONHECER A REGIÃO.
O CARIRI FICA POR VIA AÉREA A 60 MINUTOS DE SALVADOR, 30 DE FORTALEZA,45 DO RECIFE, 120 DE BRASILIA E 120 DE SÃO PAULO,VÔOS DIÁRIOS E DIRETOS EM MODERNAS AERONÁVEIS.
Iderval Reginaldo Tenório