sábado, 17 de novembro de 2012

Falecimento de Dona Tudinha


Faleceu hoje, em Juazeiro do Norte, aos 91 anos,  a senhora Gertrudes Aguiar de Melo, mais conhecida como dona Tudinha. Ela era uma das moradoras mais antigas e conhecidas do Bairro do Socorro. Foi uma excelente costureira, especializada em roupas de criança e homens. Chegou inclusive a costurar várias batinas para Monsenhor Murilo de  quem foi grande amiga. Sob a coordenação dele participou de uma excursão à Europa, em 1998, tendo visitado vários paises. Era filiada ao Apostolado da Oração, a mais antiga instituição religiosa de Juazeiro do Norte, fundada pelo Padre Cícero, em 1888. Foi casada com o Sr. Isaías Melo (falecido) com que teve os seguintes filhos: Eliane (professora), Francisco (empresário) Raimundo (engenheiro) e Socorro (professora). O corpo está sendo velado na Capela de São Vicente e o sepultamento será amanhã, às 8h, no Cemitério do Socorro.  



MENSAGENS RECEBIDAS:

Eridna disse...
Monsenhor Murilo deve está precisando de uma batina nova e falou para Jesus que dona Tudinha costurava muito bem, o Padre Cícero confirmou que ela podia costurar o manto Dele, ai Jesus a chamou.
Deve está uma grande alegria lá no céu.

 IDERVAL TENÓRIO disse...
Juazeiro tem verdadeiras pérolas guardadas nas suas salas, pérolas estas que atuam todas as vezes que encontra um dos filhos,seja de sangue ou vizinhança., É dona Tudinha a mãe de quase todos nós aí do Socorro, foi com Dona Tudinha que levei longos papos sobre o seu primo Patativa do Assaré. Amigos, Dona Tudinha, Dona Maria Almeida, Dona Carlinda, Dona Bia e outras mães aí do socorro continuam vivam nas nossas cabeças. Raimundo, Francisco, Socorro e Eliane recebam os meus sentimentos de amigo e também filho adotivo por vizinhança de Dona Tudinha.


Savia Maria Ferraz:
Sinto muitíssimo!Sinceros pêsames à familia especialmente minha querida amiga Socorro Aguiar

Franci Timótio:
LAMENTO BASTANTE . DECANSA EM PAZ D.TUDINHA .

Diana Marques R Rafael:
Grandes lembranças... Dona Tudinha, vizinha de Madrinha Almeida e Tio Zeca, sempre carinhosa conosco! Descanse em Paz e Deus com certeza dará o reino do Céu!

Paula Roberta:
Lamentavel perda....

Lu Bezerra:
Ohhh Meu Deus!!... Minha querida GERTRA..... tao linda... alma ILUMINADA..... descance minha QUERIDA MAE.

Déborah Callou:
Uma santinha a mais no céu!

Cicero Lima:
Minha vizinha durante muitos anos. Sempre muito amiga da nossa família. Em Julho quando estive no Juá conversei com ela. Por muitos anos D. Tudinha fez as nossas fardas do Salesiano.

Carmen Duarte:
Conheço D. Tudinha desde criança. Sempre nos olhamos e nos cumprimentamos com carinho. Recebi seus aconselhamentos várias vezes. Era uma grande mulher.

Rosângela Maria Reginaldo Tenório:
Dona Tudinha, meiga, simples, alegre e muito gentil. Sentirei muita saudade dela, nesses últimos anos não dialogamos muito como na década de 70, 80. Sempre que chegava de férias, pois morei 30 anos em Fortaleza, uma das primeiras visitas que fazia era a Dona Tudinha. Sempre bem humorada, cheia de "causos" interessantes para nos contar e ua das coisas que não faltava de jeito nenhum era o cafezinho fresquinho. Com certeza, ela agora esta no céu.

Izabel Cristina Gondim:
Dona Tudinha fez parte da minha infancia pois moravamos perto.Sempre muito simpatica com todos.Que Deus a tenha.

Fatima Celestino Soares:
Descanse em paz!

Maria Do Socorro Romão:
"D. Tudinha, pessoa maravilhosa.Deus a receba..."

Tania Ramos: "Tristeza aqui nos nossos coraçoes, mas lá em cima, no ceu, é só alegria... Que Deus a tenha na sua infinita morada."

Haydee Felipe Rodrigues:
É uma tristeza e muitas saudades nos deixa Dona Tudinha,e que Deus a tenha.

Agradecimento:
Nosso ferido coração encontrou alívio em toda forma de carinho e amizade demonstrada por vocês que enviaram mensagens e por quantos outros que também se manifestaram, cada um a seu modo, porém na mesma medida e afinidade, unidos ao nosso pesar. Sem esse refrigério, sem essa força, jamais saberíamos nos conduzir por esta estreita caminhada.
"Dona tudinha" agradece o bem querer e o acalanto demonstrados  por todos. Nossa eterna gratidão.
Socorro Aguiar e Família


Daniel,
Vi e li  algumas reportagens e  postagens sobre mulheres especiais na politica, economia, empresas importantes, multinacionais, etc.
Nestes últimos  5  anos, onde minha mãe, Helena Vieira dos Santos deu inicío a sua  passagem, começei a pensar muito mais nessas  maravilhosas, que estão indo deixar o céu mais lindo e nosso mundo mais pobre de valores, dedicação, amor e respeito. Falo não somente de minha querida mãe, dona Helena, mulher integra, corajosa, desafiadora que encarou a vida sorrindo e soube ensinar aos seus filhos como preservar essa dádiva chamada vida.
Depois veio D. Maria de Beato, que trouxe ao mundo tantas criançinhas lindas e rezava com seus matinhos quando estávamos doentes. Depois veio aquela a quem eu tinha também um grande respeito pela forma como enfrentava a vida com tantas perdas irreparáveis, falo de minha querida Maria Almeida,  de quem pude me despedir. E agora mais um anjo sobe: D. Tudinha, que adotei, visitei e troquei figurinhas todos os anos em que  ia  à nossa juazeiro. SEMPRE FOI UMA pessoa pequena no TAMANHO  e GRANDE de coração. Uma grande amiga de  minha mãe, de quem ela falava sempre em que estávamos juntas  e sempre com respeito, carinho e admiração. Esta foi mais uma perda irreparável. Uma  perda grande que me tocou profundamente porque no livro de minha vida ela se encontra em muitas páginas. Hoje eu gostaria de pelo menos ter ido a missa de 7º dia, não pude, mas o meu coração estava lá e ela sabe disso. Eu sinto tanto pela familia! perder alguém tão especial como cada um de nós perdeu, além de doer muito, nos tira do prumo.
Quero e vou lembrar dela, de Dona Maria Almeida, Maria de Beato e minha Mãe Helena com respeito, admiração e um amor que nenhum tempo irá apagar. Exupery diz "Somos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos", elas me cativaram e  sempre  senti que  tinha feito o mesmo com elas.
A minha parada obrigatória em Juazeiro era: casa de D.tudinha (onde saía um cafezinho gostoso, um pedaço de queijo da  terra), casa de Dona Maria Almeida -(onde comia o bolo que ela fazia), casa de dona Maria de Beato, onde dava uma paradinha na calçada para falar do passado e de Frei Damião e finalmente tem uma casa onde costumo parar para tomar outro café: dona Marluce, grande amiga de minha família. Todos esses laços tem nós que o tempo não consegue desatar- ESSE NÓ, eu chamo de AFETO.   AFETO ETERNO, SAUDADES DE TODAS e  QUE DEUS ABENÇOE  NOSSAS  VIDAS E NOSSAS FAMÍLIAS.
UM ABRAÇO ESPECIAL PARA: Eliane, Socorro, Raimundo e Chico Aguiar.
Dolani Vieira de Sousa Oliveira e Família.



2 comentários:

Eridna disse...

Monsenhor Murilo deve está precisando de uma batina nova e falou para Jesus que dona Tudinha costurava muito bem, o Padre Cícero confirmou que ela podia costurar o manto Dele, ai Jesus a chamou.
Deve está uma grande alegria lá no céu.

IDERVAL TENÓRIO disse...

Juazeiro tem verdadeiras pérolas guardadas nas suas salas, pérolas estas que atuam todas as vezes que encontra um dos filhos,seja de sangue ou vizinhança., É dona Tudinha a mãe de quase todos nós aí do Socorro, foi com Dona Tudinha que levei longos papos sobre o seu primo Patativa do Assaré. Amigos,Dona Tudinha,Dona Maria Almeida, Dona Carlinda,Dona Bia e outras mães aí do socorro continuam vivam nas nossas cabeças. Raimundo,Francisco ,Socorro e a irmã mais velha,recebam os meus sentimentos de amigo e também filho adotivo por vizinhança de Dona Tudinha Iderval.