quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Depois da reconciliação, fieis agora pedem a beatificação

Muita gente está vibrando com a reconciliação da Igreja com o Padre Cícero, anunciada domingo passado pelo Bispo do Crato, e já pensa em sua beatificação. É claro que a diocese do Crato não está pensando nisso, pelo menos por enquanto. Mas que o caminha agora está aberto, disso não há a menor dúvida. Antes e durante mais de um século com a pecha de punido com a suspensão de ordens e banido da Igreja como embusteiro, seu nome jamais poderia compor uma lista para uma possível beatificação. Dentro desse contexto era absolutamente impossível. Porém, doravante com a ficha limpa na Igreja que finalmente reconheceu e agora exalta as suas virtudes e o apresenta como modelo, tudo fica mais fácil e é possível, sim, se pensar, mais tarde na sua beatificação. É prudente ninguém alimentar esperança de que isso aconteça logo, pois lá no Vaticano, como se sabe, parece que os cardeais não costumam primar pela rapidez em suas decisões. Mas por outro lado, não será bom cultivar o pessimismo nem descartar nenhuma possibilidade, pois como o papa Francisco é imprevisível pode haver alguma surpresa. Se depender de milagres, dizem os devotos mais ardorosos do Padre Cícero, não vai ter problema algum porque eles são abundantes e não será difícil comprová-los. Dom Fernando certamente já deve estar prevenido porque sabe que, se a cobrança da reabilitação depois consumada em reconciliação foi intensa, mais ainda o será quando a beatificação porventura estiver em curso. Na verdade, como é visível, os devotos do Padre Cícero só vão sossegar mesmo, quando ele for canonizado, com direito a altar nas igrejas, pois de fato é como tal que muitos sempre o consideram. Na minha opinião, a reconciliação do Padre Cícero abre caminho para sua beatificação que depois abrirá caminho para sua canonização. A resposta a isso só o tempo dirá.

Agora entendam o que significa a reconciliação do Padre Cícero: 

“Reabilitação é recuperação de ordens que estavam suspensas. Reconciliação é apagar qualquer oposição a ação do Padre Cícero. A Diocese de Crato deu entrada ao processo de reabilitação pelo fato de o Padre Cícero ter morrido suspenso de ordem, porém como o padre já havia falecido e as punições cessadas, não tinha o que o Papa reabilitar. A Reconciliação é mais ampla que a Reabilitação pois, é uma aceitação e reconhecimento dos frutos feitos através das romarias e devoção ao padre Cícero, propiciando uma maior aproximação dos romeiros com toda a Igreja Católica”

Daniel Walker, Editor

Um comentário:

IDERVAL REGINALDO TENÓRIO Tenorio disse...

Meus amigos, aconselho a leitura do Daniel Walker, Amalia Xavier de Oliveira e o Lira Neto, além de mais de uma centena de autores para conhecer esta história, a história do fundador de Juazeiro do Norte .

O Padre Cícero Romão Batista diante de todos os que falam contra , sem uma fundamentação plausível vem demonstrando com humildade e sabedoria, que vence-los não precisa de guerra e nem de maledicência ,precisa sim da benevolência e do perdão, mais cedo ou mais tarde os algozes se dobrarão e virão as maldades cometidas.

Muitos já se foram , muitos continuam na mesma cantilena, fruto da ignorância e do desconhecimento dos reais fatos.

A verdade está vindo à tona e com ela a multiplicação da fé, só isto pode explicar o fenômeno Juazeiro do Norte que a cada dia que passa , cresce e se multiplica. Abraços para todos os nordestino e brasileiros que acredita no Cicero Romão Batista, como disse o Luiz Gonzaga - OH PADRE MACHO.