sábado, 27 de abril de 2013

Cagece reagiu à bronca do Prefeito


A bronca que o prefeito Raimundão deu na Cagece semana passada parece que surtiu efeito, pois segundo informa a Assessoria de Comunicação da Prefeitura  “esteve em Juazeiro do Norte  o engenheiro André Facó, presidente da CAGECE (Companhia de Água e Esgotos do Ceará) para uma reunião com o prefeito Raimundo Macedo juntamente com a equipe técnica da empresa concessionária dos serviços de saneamento no município. Recentemente, o prefeito responsabilizou o órgão pela maioria dos buracos nas ruas, cobrou mais investimentos em obras de abastecimento de água e expansão da rede de esgotos e ameaçou romper a concessão. No primeiro momento, a direção local da CAGECE tratou de promover um mutirão para retirar vazamentos, recuperar o leito das ruas com maior cuidado e prometer asfalto. Nos últimos cinco meses da gestão do prefeito Manoel Santana, esse trabalho deixou de ser feito porque o município não tinha Certidão Negativa de Débito e os repasses ficaram impossibilitados. Agora, foi a vez do presidente vir a Juazeiro conversar com Raimundão.
O engenheiro André Facó apresentou ao prefeito um cronograma de ações e projetos no sentido da ampliação no fornecimento de água na cidade, prometendo solucionar os problemas pontuais que surgem em algumas localidades. Quanto aos vazamentos e buracos nas ruas, ele disse que a meta é atuar sem causar transtornos à população. Após ouvir as explicações, Raimundão garantiu que vai continuar exigindo melhorias nos serviços oferecidos pela empresa.”

2 comentários:

IDERVAL TENÓRIO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
IDERVAL TENÓRIO disse...


O sistema Brasileiro é interessante, os gestores não cumprem com os acertos , não obedecem as leis de responsabilidade e quem paga é o povo.

1-Se não aplica o que vem para a Educação Governo Federal corta a verba- Prejudicado O POVO.

2-Se os Prefeitos não aplicam na Saúde o que vem para a Saúde.
O Governo Federal corta as verbas. Prejudicado: O POVO

3-Se o Município não consegue uma certidão negativa por algum deslize administrativo, quem se e prejudica é o POVO.

É uma situação difícil e sem nenhum nexo.

Veja o que fez a CAGECE.
O Município não conseguiu a tal certidão negativa , as chuvas vieram, esburacaram a cidade e os responsáveis nada fizeram .

Prejudicado- O POVO
Iderval Reginaldo Tenório
HTTP://www.iderval.blogspot.com