sábado, 6 de novembro de 2010

Igreja brasileira em Juazeiro


Esteve em Juazeiro do Norte durante a Romaria da Esperança (Romaria do Padre Cícero) o padre Antonio Furtado Leite da Igreja Católica Brasileira, Diocese de Aracaju. Aqui ficou até ontem, oportunidade em que procedeu aos estudos preliminares tendo em vista a instalação nesta cidade de uma igreja da ICAB. Segundo nos informou padre Antonio sua igreja pretende conscientizar os romeiros e os habitantes de Juazeiro de que o Padre Cícero já foi canonizado pela Igreja Católica Brasileira e isso precisa ser mais divulgado, pois poderá contribuir para aumentar o fluxo de visitação a esta cidade. Padre Cícero foi canonizado pela ICAB no dia 6 de julho de 1973 com o nome de São Cícero do juazeiro, Santo Defensor da Igreja de Deus. A solenidade de canonização ocorreu na Catedral de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, em Brasília, por ocasião do III Concílio Nacional da ICAB e a cerimônia contou com a presença de 18 bispos icabenses sob a presidência de dom Luís Mascollo, titular do Conselho episcopal. À época, diversos segmentos da igreja romana (que até hoje sequer reabilitou o Padre Cícero) criticaram a atitude da igreja católica brasileira. Durante sua visita a Juazeiro Padre Antônio fez contato com diversas autoridades e foi recebido pelo bispo Dom Fernando a quem explicou sua pretensão de instalar uma paróquia da ICAB em Juazeiro. O bispo, segundo nos informou padre Antônio, não esboçou nenhuma reação contrária e foi muito atencioso. Em Juazeiro o padre da igreja brasileira celebrou três missas, a última das quais assistida por romeiros que até aplaudiram quando lhes foi informado que o Padre Cícero já era santo, canonizado pela ICAB. A ICAB já havia feito várias tentativas para se instalar em Juazeiro, sem, porém, obter êxito. Agora, devido ao grande avanço que ultimamente possibilitou a instalação aqui de outras igrejas não romanas, como a Igreja Anglicana, a Carismática Pentecostal, Universal do Reino de Deus e a de Jesus Cristo dos Últimos Dias, dentre outras, é possível que a ICAB tenha seu objetivo concretizado. Por isso, padre Antônio já anunciou que voltará brevemente para continuar seu trabalho de instalação da Igreja Católica Brasileira em Juazeiro do Norte, pois recebeu muitos estímulos. Padre Cícero sempre dizia aos romeiros “que a melhor religião é a Católica Apostólica Romana”, mas nunca impôs barreira à instalação de nenhuma outra crença religiosa em Juazeiro. A presença da igreja católica brasileira em nossa cidade quem sabe poderá até agilizar a reabilitação do Padre Cícero pelo Vaticano. A foto acima é reprodução da imagem de São Cícero do Juazeiro e foi esculpida pelo padre Antonio.

2 comentários:

Dom Rommel disse...

Ilmo. Prof. DANIEL WALKER, sentimo-nos honrado pela matéria "Igreja Brasileira em Juazeiro", ao tempo que parabenizamos a sua atitude jornalística, de um homem sábio, que, longe de quaisquer preconceitos, procura divulgar, sem descriminação, fatos relevantes para o conhecimento público, como assim o fez ao postar a matéria comentada, onde salienta a presença do nosso dinâmico Padre Antônio Furtado Leite na Cidade do Juazeiro do Norte, com o objetivo de instalar nas terras de São Cícero, a Igreja Católica Apostólica Brasileira; salientando, também, a Canonização do Padre Cícero pela ICAB, fato este que jamais poderia ficar à margem da história do mais importante Santo Brasileiro para os seus fiéis devotos do Brasil, principalmente do povo nordestino. Mais uma vez, receba os meus parabéns pela matéria, e que Deus o abençoe.
Dom Walbert Rommel C. Galvão Barros, Bispo Diocesano de Maceió (AL) e Bispo Conselheiro Regional Nordeste.

Anônimo disse...

Não vemos hoje a importância da ICAB, insistir com essa história de padre Cícero ser Santo dela.O mesmo com toda a perseguição, nunca saio da Igreja Católica Romana. Ele é, e sempre será Romano... Roma em breve o elevará aos altares.....eu creio.